Weinig aposta em produção ligada em rede na Ligna 2017

Com telas sensíveis ao toque e interfaces repensadas, a utilização do maquinário da Weinig se torna muito mais intuitiva e otimizada

Publicado em 1 de junho de 2017 | 17:21 |Por: Paulinne Giffhorn

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

No estande de quatro mil metros quadrados da fornecedora de máquinas para o trabalho com madeira maciça, Weinig, durante a Ligna 2017, realizada na semana passada, entre 22 e 26 de maio, os visitantes puderam entrar em contato com produtos de todos os tipos de performance. A empresa procurou garantir que todos encontrassem produtos adaptados às necessidades de cada cliente, sob o tema de “Think Weinig” ou “Pense Weinig”, em tradução livre.

A companhia apresentou uma variedade de produtos desde o planejamento e perfilagem, corte e otimização, até tecnologia de tubulações e produção de partes de janelas e móveis. Em destaque estiveram o W 4.0 digital, projetos de negócios e materiais alternativos. Usando sistemas integrados em rede, a Weinig demonstrou sua experiência para toda a cadeia de valores.

Novo Software
No campo da produção em rede, a empresa desenvolveu seu próprio padrão com o W 4.0 digital, lançado na feira. O foco foi encontrar uma forma eficiente e com economia de recursos em planejamento e produção, assim como manutenção inteligente. “Nós temos uma filosofia muito clara que nos guia aqui: a digitalização, por si só, não te dá uma grande vantagem. Nossas soluções sempre estão focadas em fornecer valor agregado ao consumidor”, explica o diretor de marketing e vendas, Gregor Baumbusch.

Weinig

A Weinig desenvolveu um aplicativo para integrar algumas funções da máquina

O Moulder Master reúne todos os processos do montante de produção, o Weinig Solid Woodwork Flow abre o sistema CNC para o uso em vários ambientes de trabalho na produção de janelas e móveis. Peças de rastreamento, monitoramento de máquina e manutenção preditiva são tópicos que também foram apresentadas.

A empresa também apostou no uso de um aplicativo chamado “Weinig Service”, no qual janelas integradas permitem que funções sejam habilitadas por meio de um smartphone – sem importar a distância. Identificar problemas da máquina, consultar sobre o início do serviço e reduzir o tempo fora de serviço são funções disponíveis no app.

Powermat World
Com a série Powermat, a Weinig criou um sistema modular flexível para aplainamento e perfilagem. O “protótipo disfarçado” do sucessor da Powermat 2400 foi apresentado pela primeira vez na Ligna. A moldadora é desenhada para produção industrial bruta a velocidades de até 100 metros por minuto e foi demonstrada em um processo com carga e descarga.

Divulgação Weinig

Weinig

Powermat com novo visual

A versão 3D consegue produzir superfícies estruturadas programadas livremente durante o tratamento. De acordo com a empresa, uma nova ferramenta é a facilidade de produzir peças de trabalho com contornos curvos e cônicos na máquina.

Para iniciantes no mundo da perfilagem, a Powermat 700 Compact é uma versão de janela, oferecendo o mesmo desempenho. Já a Powermat 1500 é indicada para empresas que precisam de uma ampla gama de funções, cobrindo vários requisitos, como a produção em larguras diferentes ou lotes pequenos em uma mesma máquina. Todos os produtos são complementados pelo Cube Plus, com operação intuitiva que, segundo a empresa, torna o planejamento mais simples e “dez vezes mais rápido que o uso de uma alavanca de juntas e espessura”.

Processamento
A segunda geração do sistema Weinig Conturex compreende uma variedade de centros CNC para a produção de janelas e móveis, todos os quais são baseados no mesmo princípio da mesa de “aperto”. As máquinas modulares variam desde as soluções compactas até os sistemas de duas vias, podendo processar duas peças em paralelo. Um sistema central de controle pode ligar qualquer número de eixos e facilita uma produção com flexibilidade otimizada de lotes grandes até lotes de itens individuais.

Divulgação Weinig

Weinig

Conturex 125

Os novos recursos apresentados no Conturex C 125 Vario integram a produção e incluem uma mecanização de entrada com carregamento paralelo; as mesas de grampo 4-Vario, apresentam cada uma com duas braçadeiras e duas cabeças de cinco eixos de interpolação.

Para demonstrar o nível de flexibilidade da tecnologia Conturex, a empresa optou por fazer demonstrações de produção de peças de móveis, bem como elementos de janela e portas em sistema de rede, durante a feira.

A apresentação incluiu o Weinig Multirex 7225 Windows, uma máquina com cabeça multifuncional para processamento eficiente em cinco lados de elementos de madeira maciça. A nova tecnologia PRO-Torque permite um movimento de moagem simultâneo de cinco. O sistema também incorpora o UniPin 200, máquina para colagem automática de janelas e encaminhamento de cavilhas.

Mais eficiência
A serra de impulso OptiCut S 50, inclui novos recursos como auxílios de alinhamento para pacotes que aumentam a precisão do corte e reconhecimento de peças de trabalho totalmente automatizados. A OptiCut S 90 Speed agora conta com um fuso para cortes sem rasgos e retoques. A nova wFlex permite o corte de comprimento e largura em uma única fase de trabalho e esteve presente em Hannover por meio de uma animação.

Divulgação Weinig

Weinig

Telas sensíveis ao toque da Powermat

A aposta em desempenho da Weinig, a OptiCut 450 Quantum, é considerada a serra de corte cruzado otimizado mais rápida do mundo. Ela conta com o auxiliar de ajuste automático VarioStroke, que melhora o desempenho em até 7%, e inclui também uma ferramenta que avalia os dados de produção, a OptiStat.

O EasyScan + C inclui um software de otimização de alto desempenho que promove recuperação da peça. Segundo a Weinig, a relação preço-desempenho foi reforçada ao se concentrar nas funções mais importantes e na reabilitação rigorosa das opções.

Otimização de serras de banda
O centro de extração universal FlexiRip possui novos controles com touchscreen maior e uma interface de usuário completamente repensada, tornando o funcionamento da serra circular longitudinal mais intuitivo. A serra de banda BKS foi atualizada também com touchscreen e uma nova interface de usuário.

Ligna: soluções para a indústria de móveis

Devido ao rolo de pressão lateral redesenhado, as peças de trabalho são guiadas de forma melhor, levando a resultados de corte ainda mais precisos. A vedação, que vem com ajuste motorizado como padrão, foi fortalecida para garantir a precisão dimensional, mesmo com madeiras difíceis de processar.

Divulgação Weinig

Weinig

A nova geração da ProfiPress

Maximizando produtividade
O acabamento da madeira por união de malhetes é uma forma de otimização tradicional da Weinig. O sistema Turbo-S 1000 Shaper consegue recuperar a madeira por meio de configurações automáticas de remoção de chip e um Trimsaver, chegando a atingir desempenho de 15 ciclos de pressão por minuto.

Os destaques técnicos desta combinação de moldagem patenteada também incluem a capacidade do sistema de alterar automaticamente as dimensões e o indicador de desgaste da ferramenta. Os trabalhos podem ser gerenciados e as falhas podem ser localizadas usando um painel sensível ao toque.

De acordo com a empresa, a medição de volumes de cola e o GlueEye (monitoramento de aplicação de cola) proporcionam valor agregado ao cliente e reduzem os custos operacionais, garantindo uma conexão perfeita das juntas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook