Após banir Toluol, Cascola comenta ação

Empresa enxergou os malefícios que seus clientes e o meio ambiente podiam sofrer com o Toluol e foi a primeira a não usar mais a substância

Publicado em 24 de outubro de 2016 | 17:06 |Por: Guilherme Osinski

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Em 2009, a Cascola, marca especializada em multissolução em adesivos e selantes pertencente à multinacional alemã Henkel, tomou uma decisão que mudaria os rumos da companhia. Até então utilizando o Toluol, componente da cola de sapateiro, em seus adesivos de contato, a Cascola resolveu banir definitivamente o insumo, substituindo-o por um mix de solventes não tão tóxicos à saúde e ao meio ambiente.

Divulgação Cascola

Toluol

Muitas empresa vendem o mesmo produto em versões com e sem Toluol, enquanto a Cascola vende sem Toluol todos os seus itens

De acordo com o gerente da marca Cascola, Claudio Amadio, a empresa optou por abandonar o Toluol por estar ciente de que ele pode ocasionar fadiga, sonolência, tremores e até mesmo atingir o sistema nervoso central, trazendo problemas respiratórios, neurológicos e ainda dependência química a quem por acaso o inalar de maneira prolongada.

“Não houve reclamações de nossos clientes. No entanto, a Henkel sempre busca inovar em suas soluções, a fim de oferecer produtos com melhores qualidades e performance aos consumidores, além de pensar em fórmulas menos agressivas aos profissionais”, afirma Amadio.

Como benefícios dessa escolha, a Cascola hoje consegue proporcionar mais segurança a quem usa seus produtos, ao mesmo tempo em que, segundo Amadio, conquistou mais confiança perante seus clientes. “Em termos técnicos, a mudança de fórmula não comprometeu a usabilidade do produto, que manteve sua performance profissional com alta força de colagem”, destaca o gerente da Cascola.

“Baseado nos malefícios e na meta de banir a substância, a Henkel trabalhou em pesquisas durante quatro anos na busca de uma solução que fosse capaz de garantir o desempenho do produto. Desde 2009, oferecemos ao mercado os adesivos de contato sem Toluol, com menor grau de toxidade”, explica Claudio Amadio, gerente da marca Cascola. Passados sete anos desde que excluiu o Toluol de sua rotina de trabalho, a Cascola continua sendo a única no seu setor a não possuir nenhum produto em seu portfólio com esse composto. No entanto, segundo Amadio, algumas empresas já começam aos poucos a trocar o Toluol por outros solventes.

Leia mais
– Henkel lança site sobre colagem de madeira
Cascola lança novo adesivo
Veja benefício de adesivos a base d’água

Além de não causar dependência química, as opções Cascola Extra e Cascola Tradicional sem Toluol oferecem alta força de colagem e secagem até três vezes mais rápida, o que garante mais agilidade no processo de produção, em comparação aos demais adesivos de contato. Versáteis e resistentes, os produtos são indicados para a colagem de lâminas decorativas, laminados plásticos, couro, lambris, folha de metal, tecido, além de diferentes tipos de materiais sintéticos sobre materiais de base como madeira, compensados, aglomerados, MDF, HDF, concreto, cimento e papelão.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook