Opinião: A importância de treinar e qualificar

Indústrias, em parceria com entidades, criam programas para disseminar o conhecimento e garantir maior qualidade para os pintores profissionais

Publicado em 11 de maio de 2014 | 17:39 |Por: Renata Bossle

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação Montana Química

Rafael Ferreira - Gerente de Marketing e Comunicação da Montana Química S.A

Rafael Ferreira – Gerente de Marketing e Comunicação da Montana Química S.A

Hoje não é segredo, a mão de obra de qualidade está cada vez mais escassa, por isso, há preocupação entre as indústrias e as associações de classe, no sentido de criar ferramentas que possam levar conhecimento e qualificação aos profissionais.

Transferir conhecimento é cada vez mais relevante, uma vez que as indústrias vêm desenvolvendo produtos com novas tecnologias, de menor impacto ambiental, ou mesmo os funcionais que, além da pintura, proporcionam outros efeitos desejados como proteção térmica ou bactericida. Para dar fluxo adequado à informação técnica para profissionais, o Sindicato da Indústria de Tintas do Estado de São Paulo (Sitivesp) criou, no final de 2013, a Comissão de Tintas Imobiliárias. Com esta iniciativa levou a experiência acumulada ao longo de vários anos pela Comissão de Tintas Automotivas. O novo grupo tem por objetivo estimular a iniciativa de pintura imobiliária pelo consumidor final, ajudando, assim, a aumentar o consumo de tintas ao mesmo tempo em que deixa os imóveis e as cidades mais bonitos.

Leia mais:
– Invasão da tecnologia diferencia comunicação com clientes
– Indústria brasileira apresenta melhores números em 2014
– Comércio global de móveis cresce em 2014

Divulgação Montana Química

Treinamento realizado no Senai

Treinamento realizado no Senai

O trabalho da Comissão de Tintas Imobiliárias conta, inicialmente, com a parceria do Senai (Serviço Nacional da Indústria) para realizar treinamentos técnicos com foco nos pintores profissionais. Outra iniciativa similar e igualmente importante é a da Abrafati (Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas) com o programa Pintor Profissional que, nesta primeira etapa, tem valorizado os pintores em atividade nos diversos segmentos profissionais. Neste programa, os pintores são cadastrados, passam por prova e indicação de obras executadas para terem direito à carteira de Pintor Profissional. Podem então ter seus nomes e meios de contato divulgados no site do programa, que os colocará em canal direto com clientes e consumidores finais.

Todas essas iniciativas das indústrias, em parceria com lojistas, associações e sindicatos de classe levam treinamento e qualificação aos pintores em todo o território nacional. A participação ativa do Senai na formação da mão de obra vem ao encontro do objetivo maior que é deixar o pintor profissional qualificado e preparado, pronto para atender as demandas tanto de consumidores quanto das empresas. Seu trabalho fica assim ainda mais nobre a valorizado no setor da construção civil.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile