Sistemas deslizantes em portas de vidro e alumínio

O uso de sistemas deslizantes em vidro e alumínio precisa de atenção maior do marceneiro na instalação do produto

Publicado em 22 de dezembro de 2014 | 10:03 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Os sistemas deslizantes para móveis garantem às portas uma abertura distinta do que é oferecida pelas dobradiças, permitindo maior visualização do interior. Para sua instalação em portas de madeira, o primeiro fator que o marceneiro deve atentar é ao peso e tamanho das portas, de modo que não escolha um sistema que comprometa seu desempenho. Para a aplicação em portas de vidro ou alumínio este também é o primeiro passo.

Divulgação Häfele

Sistemas deslizante aplicação alumínio

Sistema deslizante aplicado em porta de alumínio

Em seguida, para as portas de alumínio, a montagem dos sistemas deslizantes é similar ao que é feito no MDF ou MDP, no qual os SDs são praticamente os mesmos. Nesse caso, o marceneiro deve se preocupar principalmente com a fixação dos parafusos no alumínio. Além disso, para o posicionamento do carro inferior é preciso utilizar esquadretas para montar o quadro da porta.

Em perfis de alumínio com largura acima de 45 mm, o gerente nacional de vendas da Häfele, Fabio Rossini, explica que não há diferença na aplicação com relação ao substrato madeira. Já em perfis de alumínio com largura de 20 mm é recomendado a utilização de ferragens específicas.

A gerente de marketing da FGVTN, Tatiana Burigo, comenta que os sistemas SD 503 e SD 504 da empresa, contam com o deslizador inferior com altura ideal para aplicação em perfil com 50 ou 60 mm de altura. “Existe uma diferença na aplicação do deslizador inferior, ele precisa ser deslocado um pouco devido a esquadreta que faz a junção do perfil de alumínio”, diz.

Leia mais:
Ferragens otimizam ambientes
A importância de ferragens e acessórios
Pesquisa, desenvolvimento e inovação

Vidro
Com relação às portas de vidro, há a necessidade de sistemas especiais para a sua instalação. No trabalho com portas de vidro, as espessuras são menores (8, 10 ou 12 mm, normalmente) e tem pesos maiores que as portas de alumínio.

Divulgação Häfele

Sistemas deslizante aplicação vidro

Sistema deslizante aplicado em porta de vidro

“Para a porta de vidro é necessário peças que possam garantir a fixação do vidro que pode ou não ser pré-furado”, afirma o técnico de produto da Ducasse, André Sperotto. Para o uso do material é recomendável utilizar vidro temperado para evitar maiores acidentes.

Já para a fixação em portas de alumínio com vidro, a diferença básica é, conforme explica o supervisor de marketing da Rometal, Filipe Gasparetto, que as mesmas geralmente são fixadas utilizando uma esquadreta nos cantos.

“Isso faz com que os sistemas acabem sendo instalados mais para o centro da porta. Se a porta for muito estreita pode comprometer a sua estabilidade. Também é muito importante que o alumínio seja de boa qualidade para que a porta não empene e consequentemente comprometa seu deslizamento”, assinala.

Vídeos
Veja abaixo alguns vídeos de funcionamento e montagem de sistemas deslizantes em diferentes substratos fornecidos pelas empresas fabricantes do produto.

Ducasse
Tauro MD SD para portas sanfonadas que suporta 50 kg

FGVTN
SD 602 sistema apoiado
http://youtu.be/YACbDMkvFk0?list=UUVRlhKUr3j-ocw-oMeC1Z3g

SD 504 para aplicação em vidro
http://youtu.be/yDV6UnC1HcA

Häfele
Slido Classic 70 VF para portas com até 70 kg

Slido Classic IF C sistema deslizante suspenso

Rometal
Sistema Robus + Versatile para portas de correr na base para móveis de alto padrão


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile