Simovale comemora criação de frente parlamentar para o setor

Medida anunciada nessa semana tem como objetivo acompanhar políticas públicas e obras de infraestrutura voltadas para os setores madeira e móveis

Publicado em 20 de março de 2017 | 14:05 |Por: Phaenna Assumpção

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Sindicato da Indústria Madeireira e Moveleira do Vale do Uruguai (Simovale) celebra a instituição da Frente Parlamentar de Acompanhamento do Setor Moveleiro e Madeireiro do Estado de Santa Catarina, durante sessão na Assembleia Legislativa do Estado. A criação é uma iniciativa do deputado estadual Patrício Destro (PSB), e tem como objetivo acompanhar as políticas públicas e as obras de infraestrutura voltadas a esses setores, ampliando-as quando necessário, para garantir a competitividade logística e o desenvolvimento sustentável econômico, social e ambiental do Estado.

Simovale

Presidente da Amoesc e Simovale, Osni Verona

O presidente do Sindicato da Indústria Madeireira e Moveleira do Vale do Uruguai (Simovale) e da Associação dos Moveleiros do Oeste de Santa Catarina (Amoesc), Osni Verona, avalia que a criação da Frente Parlamentar é um avanço, pois deriva das necessidades e demandas apresentadas pelos sindicatos dos setores de móveis e madeira.

“Ela atuará em toda a cadeia de produção, abarcando desde produtores de madeira até empresas do setor de móveis, sendo a principal interlocutora das demandas destes setores com o Governo Estadual”, diz Verona.

– Clima é de otimismo entre expositores da Fimma Brasil 

Verona ressalta que o setor de madeira e móveis tem tido vários problemas e o ano de 2016 foi turbulento, o que influenciou no nível de confiança do empresário, que esteve em baixa, principalmente no primeiro semestre. “Esta medida vem ao encontro com o fortalecimento e incentivos que vínhamos requisitando”, afirma Verona.

O presidente realça que o setor é determinante para a economia de várias regiões do Estado. Acredita que a ação da nova Frente Parlamentar poderá beneficiar as 5.414 indústrias de madeira e móveis que, juntas, empregam mais de 68 mil trabalhadores em Santa Catarina. O Estado está entre os maiores produtores de móveis e o maior exportador de móveis do país. A primeira reunião da Frente Parlamentar está prevista para o mês de abril, em Rio do Sul.

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook