Produção do setor moveleiro cresce 8,8% em abril, diz IBGE

Setor contribuiu positivamente para a indústria geral, mas apresentou redução de -10,3% em comparação a abril de 2016

Publicado em 7 de junho de 2017 | 15:05 |Por: Paulinne Giffhorn

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal (PIM-PR), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção do setor moveleiro cresceu 8,8% em abril em relação a março deste ano. Já comparado a abril de 2016, o setor apresentou uma redução de -10,3%.

A influência de 8,8% do setor moveleiro na contribuição sobre o total da indústria foi maior que no mês de março, quando o índice foi de -12,4%. A atividade industrial geral conquistou um avanço de 0,6% na passagem de março para abril de 2017, com predomínio de resultados positivos.

Categorias
Entre as grandes categorias econômicas, na comparação com o mês anterior, os bens intermediários apresentaram um crescimento de 2,1%, seguidos dos bens de consumos duráveis, com um percentual de 1,9% – revertendo, assim, os recuos registrados em março, de -2,5% e -7,2%, respectivamente.

– Venda de móveis e eletros em queda

Já na comparação com o mesmo mês do ano passado, o setor industrial assinalou redução de 4,5%, com resultados negativos em 59,4% dos 805 produtos pesquisados. Entre as atividades, foi o ramo de produtos alimentícios que exerceu a maior influência negativa, com um percentual de – 16,4%.

Dentre as grandes categorias, o segmento de bens de consumo duráveis cresceu 0,6% no índice mensal de abril, sexto resultado positivo nesse tipo de comparação, porém o menos intenso na sequência. O setor foi impulsionado por avanços na fabricação de automóveis e eletrodomésticos da linha marrom, como TVs, DVDs, entre outros. Por outro lado, o setor moveleiro, em conjunto com os grupamentos de eletrodomésticos da linha branca e outros, apontaram os maiores impactos negativos, com um declínio de -12%, -13,4% e -10,9%, respectivamente.

Período Janeiro-Abril
No acumulado para janeiro-abril de 2017, em relação a igual período do ano anterior, o setor industrial caiu 0,7%, com resultados negativos em duas das quatro grandes categorias econômicas, 12 dos 26 ramos, 39 dos 79 grupos e 49,6% dos 805 produtos pesquisados. O segmento de móveis obteve um declínio de -0,08% nesse período.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile