Seminário sobre sustentabilidade vira livro

Evento sobre sustentabilidade na indústria realizado no ano passado pela CNI ganhou edição impressa e será lançado em São Paulo

Publicado em 27 de setembro de 2014 | 10:02 |Por: Jorge Mariano

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação CNI

livro CNI

Seminário da CNI é transformado em livro

Os grandes temas que desafiaram a história da indústria brasileira, em especial a sustentabilidade, estão reunidos no livro Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade: Contribuições de Ignacy Sachs. A obra é resultado do seminário: Industrialização, Desenvolvimento e Inovação para a Sustentabilidade, realizado em 2013 pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Secretaria Geral da Cúpula Iberoamericana.

Leia mais:
– Máquinas e equipamentos em queda no mês de agosto
– Indústria nacional quer mais participação no mercado americano
– Feira chinesa bate recorde de visitantes e expositores

O seminário teve como referência a obra teórica do professor Ignacy Sachs, suas relações históricas com países emergentes e sobretudo com a construção da teoria do desenvolvimento sustentável. O lançamento do livro que reúne artigos preparados especialmente para o seminário, será realizado na hoje (26), no auditório da Universidade de São Paulo (USP). Haverá também a projeção de um filme sobre o trabalho realizado de Ignacy Sachs, além de depoimentos de parceiros.

O pensamento de Ignacy Sachs se identifica com duas grandes linhas de força do momento atual. Por um lado, ele sempre foi um teórico e um ideólogo da industrialização como elemento estruturante do projeto de desenvolvimento dos países, com especial ênfase para os países de grande extensão e população como o Brasil. Por outro, a necessidade de construir um projeto de industrialização (e também de uma agricultura) que levasse em conta as restrições ambientais, evitando um processo de degradação ecológica que resultaria, a longo prazo, em redução do bem-estar social.

O pensador polonês radicado na França manteve, ao longo de toda a vida, uma densa relação com o Brasil. Ao longo da carreira profissional e acadêmica, Sachs criou uma identidade teórica, técnica e prática com significativas convergências entre um grande número de profissionais brasileiros por ele formados, influenciados ou simplesmente inspirados.

(com informações da assessoria de imprensa da CNI)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile