Revendas: foco na qualificação da equipe de venda

Rudolf Hamm Filho, diretor da revenda Rudegon, comenta sobre as vantagens de se ter profissionais bem treinados

Publicado em 22 de dezembro de 2015 | 9:31 |Por: Pedro Luiz de Almeida

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Para as revendas que atendem o segmento da marcenaria se destacarem perante a concorrência e obter uma boa avaliação dos clientes, muitos fatores devem ser levados em consideração. Dentre eles, uma força de venda qualificada assume um papel de grande importância. Afinal, o vendedor é responsável por repassar ao cliente as informações e segurança de que o produto comercializado, é a escolha certa para o projeto.

O diretor e sócio-proprietário da Rudegon, Rudolf Hamm Filho, comenta sobre a importância de se ter uma equipe de venda bem preparada para atuar junto as revendas, para isso, ele avalia a postura dos empreendimentos, “Temos muitas revendas que estão muito bem preparadas, mas outras ainda tem muita deficiência neste aspecto. Tem muito por fazer nesta área. Treinamentos sempre são muito bem-vindos”.

Shutterstock

revendas

Marceneiros: Conhecem melhor os produtos que querem comprar. Os vendedores precisam estar atentos e bem treinados para não cometer gafes de informação, perdendo a credibilidade da venda

Leia mais
– Bom atendimento nas revendas para marcenarias
– Revenda como showroom do marceneiro
– Treinamento FGVTN Muito Mai$ para revendas

Para que os vendedores estejam bem preparados para atender seus clientes, Rudolf destaca três pontos de foco, para se obter treinamentos: dos produtos que oferecem, de técnicas de atendimento e de como avaliar e entender o seu cliente. “Se num mesmo lugar atende-se marceneiros, arquitetos e clientes finais, aí há necessidade de tratamentos diferentes, no sentido na forma de atendimento”, aconselha.

Shutterstock

revendas

Arquitetos: Vão mais atrás de novidades e tendências. Os vendedores devem conhecer as características técnicas dos produtos lançados para indicar para estes profissionais

A Rudegon, que também é integrante da Rede PRÓ, rede nacional de revendas do segmento da marcenaria, busca constantemente fornecer treinamentos para seus profissionais, além disso, ela conta também com parcerias com fornecedores, principalmente quanto a novos produtos que são lançados, a fim, de repassar os diferencias para os seus clientes. Porém, muitas indústrias ainda não se preocupam em divulgar, ou oferecer treinamentos para as revendas sobre as novas tecnologias desenvolvidas, ocasionando, em uma dificuldade no repasse de informação.

Shutterstock

revendas

Cliente final: Não conhece os produtos e precisa de uma orientação melhor quanto às características e aplicabilidade. Os vendedores devem ter adequabilidade de vocabulário e capacidade de demonstrar como os produtos funcionam

Para Hamm, a revenda “é como o combustível para o automóvel, se for ‘limpo’ (qualificada) o desempenho é bom, por outro lado, se for ‘batizado’ (mal preparada) o desempenho e resultado deixa a desejar”, conclui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook