Produção industrial apresenta melhora em setembro

Dados positivos da produção industrial, porém, não livram o setor de fechar o ano com resultados negativos

Publicado em 23 de outubro de 2014 | 15:18 |Por: Julia Zillig Rodrigues

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Pedro Revillion/Palácio Piratini

Indústria busca a volta do crescimento da produção

Indústria busca a volta do crescimento da produção

Dados divulgados hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostram um setor querendo recuperar o fôlego do crescimento, apesar dessa vontade não refletir nas expectativas de um fechamento de ano complicado para o setor.

Segundo a Sondagem Industrial de setembro feita pela entidade, a produção industrial brasileira apresentou uma sensível melhora no período, com 49,7 pontos, em comparação ao mês anterior, quando contabilizou 48,2 pontos, interrompendo  a sequência de quedas registrada esse ano – porém, ainda se mantém  abaixo da linha divisória. Os indicadores variam de 0 a 100, sendo que valores abaixo de 50 mostram baixa na expectativa.

A utilização da capacidade instalada em relação a usual subiu pelo quarto mês consecutivo e ficou em 42,5 pontos – embora tenha crescido, o acumulado nos quatro meses foi de 5,4 pontos. No mês de setembro, os estoques se mantiveram constantes – 50,2 pontos. O nível efetivo ficou mais próximo ao planejado no mês – 51,3 pontos – o que significa que o excesso de estoques diminuiu.

Leia mais:
Em agosto, produção industrial cresce 0,7%
Eumabois apresenta dados sobre indústria europeia
Confiança da indústria recua 2,8% em setembro

Segundo Flavio Castelo Branco, gerente de política econômica da CNI, “não houve aprofundamento do quadro negativo, porém as expectativas ainda continuam baixas para os próximos seis meses”.

No que diz respeito às condições financeiras da indústria, as melhoras também foram sensíveis no terceiro trimestre deste ano. A insatisfação com a lucratividade se reduziu – se mantém abaixo dos 50 pontos, mas subiu de 39,3 para 41,2 pontos tendo como base de comparação o trimestre anterior. Em relação à situação financeira, os industriais também estão menos insatisfeitos – o índice passou de 44,6 pontos para 45,9 pontos.

Porém, quando o assunto é acesso ao crédito, este está se tornando mais difícil para os industriais – o índice recuou 38,3 pontos para 37,6 pontos, registrando o menor valor desde 2009.

A sondagem industrial de setembro foi realizada entre os dias 1º e 10 de outubro com 2.112 empresas.

Fonte: CNI

Indústria enfrenta algumas preocupações

Indústria enfrenta algumas preocupações

(com informações da CNI)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile