Presidente da Eumabois comenta expectativas para 2017

Com desenvolvimento positivo em 2016, organização europeia aposta em comprometimento e determinação para inovar

Publicado em 30 de junho de 2017 | 20:00 |Por: Paulinne Giffhorn

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

No início do ano, a Eumabois, organização sem fins lucrativos que visa promover o setor europeu de fabricantes de máquinas de madeira, mudou seu Conselho Administrativo, elegendo Juergen Koeppel como seu novo presidente. Na ocasião, a empresa que representa mais de 800 companhias, apresentou um balanço do ano de 2016 e suas expectativas para 2017.

Divulgação Eumabois

Presidente da Eumabois

Juergen Koeppel, presidente da Eumabois

O Fundo Monetário Internacional espera um crescimento de 1,9% no PIB da União Europeia, um bom resultado comparado aos mais recentes, que apresentaram taxas próximas à zero. Porém, com um crescimento a taxas de 3% a 5% no mundo, o presidente da Eumabois acredita que é preciso melhorar seu desempenho.

Exposições da indústria são eventos muito importantes para o crescimento, mas para a organização, o retorno do investimento nos eventos deve ser justificado. Nesse sentido, a temporada tem sido positiva para o setor europeu. Duas exposições apoiadas pela Eumabois, a HolzHandwerk, em Nuremberg, na Alemanha e a Xylexpo, em Milão, foram eventos importantes em 2016, reafirmando a importância do mercado alemão e também mostrando que a internacionalização deve ser considerada como um processo empresarial cada vez mais estratégico.

Até o momento, a organização acredita que a crise iniciada em 2009 foi superada. Para eles, alguns elementos de incertezas que afetam a economia e política global não devem ser ignorados – podendo se tornar uma ameaça em um futuro próximo.

“As eleições dos Estados Unidos mostraram um grande desejo por mudanças em um país que ainda é a maior potência do mundo e, do ponto de vista de produção moveleira, o segundo produtor em todo o mundo. Alguns mercados na África do Norte e na Ásia estão com problemas que dificultam o processo de internacionalização, enquanto a competitividade chinesa fica cada vez maior”, aponta o presidente da Eumabois.

– Eumabois na Ligna 2017

Entretanto, tendo a China como o maior produtor de móveis a torna um país de grandes oportunidades, mas também desafios. A expectativa é que 2017 traga boas oportunidades e que, ao mesmo tempo, continuem focados no fato de que o sucesso do mercado depende do comprometimento e determinação para inovar e mudar atitudes que a Europa sempre dominou. Na Móbile Fornecedores 281 confira entrevista exclusiva com o vice-presidente da Eumabois, Luigi de Vitto, a respeito do mercado europeu e também como os fabricantes de máquinas enxergam o atual cenário brasileiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile