Minas Gerais reconhece oficialmente Polo Moveleiro da RMBH

Polo Moveleiro da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) é reconhecido pelo Governo do Estado de Minas Gerais

Publicado em 4 de dezembro de 2017 | 17:19 |Por: Cleide de Paula

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A solenidade que oficializou o reconhecimento do Polo Moveleiro da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), pelo Governo do Estado de Minas Gerais, foi comemorada com muito entusiasmo pelos empresários da indústria da madeira da região. O evento realizado em 28 no novembro, no Museu de Artes e Ofícios, foi prestigiado por autoridades, lideranças sindicais e empresariais, empreendedores e profissionais da área. Com o reconhecimento, o setor sairá fortalecido, possibilitando novas oportunidades de negócios no mercado interno e também nas exportações, criação de empregos, além de somar no crescimento econômico do Estado.

Crédito: Divulgação Sindimov-MG

Solenidade de reconhecimento do Polo Moveleiro da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH)

Solenidade de reconhecimento do Polo Moveleiro da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH)

A presidente do Sindicato das Indústrias do Mobiliário e Artefatos de Madeira de Minas Gerais (Sindimov-MG), Iara Gomes Abade, comemorou o reconhecimento. “O papel do Sindimov-MG sempre foi o de equacionar as dificuldades e reunir as indústrias em um mesmo espaço, para facilitar o compartilhamento de serviços e de informações, a troca de tecnologia e equipamentos e a geração de novos negócios. Recebemos esse reconhecimento por parte do Governo de Minas com os olhos voltados para o futuro, em busca de novas conquistas e a certeza da expansão do setor moveleiro tanto em Minas, como em em todo Brasil”, disse. Iara também destacou a importância do apoio recebido das lideranças sindicais e políticas e da força do empresariado para a conquista do reconhecimento do polo.

– Conheça também o polo moveleiro de Ubá

Crédito: Divulgação Sindimov-MG

Iara Gomes Abade assina o termo de reconhecimento

Iara Gomes Abade assina o termo de reconhecimento

De acordo o secretário extraordinário de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif) Wadson Ribeiro, o reconhecimento é um passo inicial para aumentar a comercialização e fortalecer a economia do Estado.

“O Governo espera dinamizar o setor, aumentando as vendas, comercialização, marketing, o que também significa mais empregos e crescimento econômico, tanto nas cidades em que o setor se destaca, como também em toda Minas. A partir desse momento, as APL’s ganham impulso e também oportunidades de linhas de crédito e fomento, fundamentais para a retomada do crescimento econômico que tanto precisamos”, destacou o secretário.

Polo moveleiro

A participação do setor moveleiro é decisiva para a economia do estado. São cerca de 500 empresas instaladas nas 34 cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte, que geram quase dez mil postos de trabalho. Em Minas Gerais, são somados cerca de três mil indústrias, que correspondem a 10 mil empregos. A produção estadual é de 60 milhões de peças, que movimentam R$ 6,7 bilhões.

Crédito: Divulgação Sindimov-MG

Equipe do Sindimov-MG e autoridades

Equipe do Sindimov-MG e autoridades

O resultado tem estimulado positivamente as empresas do estado. Presente no mercado de produção de móveis há mais de 30 anos, o empresário Carlos Homem, que também já presidiu o Sindimov-MG, ressalta a necessidade da união dos empreendedores para crescimento das empresas. “O reconhecimento veio no momento certo, pois as empresas precisam estar mais próximas para fortalecer o nosso setor moveleiro e desencadear novos negócios. Formar uma APL é complicado, em vista da distância entre as cidades”, explicou. A respeito do cenário econômico do setor, Homem destacou que há muitas possibilidades para crescer, mas, agora com o reconhecimento, as chances de expandir são maiores.

– Femur 2018 será realizada no Horto Florestal de Ubá

Otimismo não falta também para o empresário Marcelo Andrade. Atuante na área de serraria de móveis há mais de 27 anos, o empreendedor acredita em mais oportunidades nos próximos anos, a partir desse polo moveleiro. “Por muitos anos, os empresários do setor tentam conseguir incentivos e valorização, o que agora é uma realidade com esse reconhecimento, um verdadeiro sonho para nós. Com isso, teremos mais chances de crescer e mais entusiasmo para investir. Nesse segundo semestre, por exemplo, já notei bons resultados em comparação ao início do ano”, descreveu o empresário.

Atuação

O Sindimov-MG tem 84 anos, atuando como consolidador e propulsor da indústria da madeira em Minas Gerais O sindicato nasceu da união de dois segmentos da economia mineira: o setor de serrarias e o de fabricação de móveis. É a entidade de classe pioneira na atuação dos sindicatos patronais do Estado, como um dos fundadores da Fiemg.

Crédito: Divulgação Sindimov-MG

Assinatura de reconhecimento do Polo Moveleiro da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH)

Assinatura de reconhecimento do Polo Moveleiro da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH)

Em 2005, o Sindimov-MG conseguiu a criação da escola, a Senai-Cedetem, para formação e capacitação de mão-de-obra voltada para o setor de movelaria. A escola já atendeu 20 mil alunos, dos quais 15 mil se formaram para atender as demandas do mercado de trabalho. Em parceria com o Sebrae e com a Fiemg, o sindicato também comentou as condições propícias para que empresas tenham toda a competitividade: adequação crescente de produtos, excelência da matéria-prima, tecnologia, qualidade nos serviços, design e gestão.

 

Na área ambiental, foram desenvolvidas ações para favorecer a adequação das empresas do setor ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos. Na área de Segurança do Trabalho, o sindicato desenvolveu ações de fortalecimento para que as empresas possam se adaptar à NR 12, a Norma Reguladora do Ministério do Trabalho, dentro dos prazos exigidos. Além disso, foi contratada consultoria em gestão de negócios, para desenvolver metodologias e melhorar a produtividade das indústrias.

Por meio do Sindimov-MG, foi viabilizado o Polo Moveleiro de Contagem e, a partir desse Arranjo Produtivo Local, foi amadurecida a ideia da criação do Polo Moveleiro da Região Metropolitana de Belo Horizonte. O Polo Moveleiro de Carmo do Cajuru e de Turmalina são ações de regionalização do sindicato, com projetos voltados para a realidade e a vocação de cada localidade. Em 2018, está programada a Feira do Setor Moveleiro em Carmo do Cajuru, evento que irá impulsionar toda a força da produção regional para integrar, num mesmo local, a indústria, os fornecedores e os compradores.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook