Painéis de madeira crescem 57% em exportações em janeiro

Vendas das paineleiras apresentaram alta de 46,2% na receita de exportações em janeiro

Publicado em 3 de março de 2017 | 11:50 |Por: Érica da Costa Diniz

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O boletim mensal da Indústria Brasileira de Árvores (IBÁ) aponta que em janeiro de 2017 o volume de exportações de painéis de madeira teve crescimento de 57,4% (85 mil m³) comparado ao mesmo mês do ano passado (54 mil m³). Em receitas, os valores alcançaram US$ 19 milhões, alta de 46,2%, comparado ao mesmo mês do ano passado.

Divulgação Berneck

Painéis de Madeira

Painéis de madeira teve maior exportação número de exportações comparado a celulose e papel

Em vendas domésticas no primeiro mês de 2017, o segmento de painéis de madeira registrou 508 mil m³ negociados, alta de 7,6%. Desconsiderando o aumento nas exportações, o consumo aparente de janeiro de 2017 comparado a janeiro de 2016 teve aumento de 5 mil m³.

As exportações de painéis de madeira também tiveram a maior alta comparada a exportação de celulose e papel. A celulose teve alta de 47,4% (1,4 milhão de toneladas) em relação ao mesmo mês de 2016 quando foram exportadas 959 mil toneladas. As exportações de papel atingiram volume 10,3% maior (172 mil toneladas), em relação as 156 mil toneladas exportadas no mesmo mês de 2016.

Receita de exportações
Em janeiro de 2017, o setor registrou exportações no valor de US$ 765 milhões (+18,4%); painéis de madeira com US$ 19 milhões, enquanto celulose alcançou 596 milhões (+21,1%); o papel US$ 150 milhões (+6,4%). “Como resultado do comportamento das indústrias de base florestal, a balança comercial do setor registrou um saldo positivo de US$ 687 milhões em janeiro, um salto de 24% em relação ao primeiro mês do ano passado”, comenta a presidente executiva da IBÁ, Elizabeth de Carvalhaes.

Destino das Exportações
Os países da América Latina foram os principais mercados dos segmentos de painéis de madeira e papel, cujas exportações representaram 57,9% (US$ 11 milhões), 65,3% (US$ 98 milhões) respectivamente. A China continua como o mais importante destino do setor de celulose brasileiro, sendo responsável por 46,8% da receita de exportação (US$ 279 milhões) no primeiro mês do ano, seguido pela Europa com 30% (US$ 179 milhões).

Leia mais
Nova lei para emissões de formaldeído
Queda nas vendas domésticas
Árvores Plantadas e seus múltiplos usos

Produção e vendas
A produção brasileira de celulose atingiu 1,7 milhão de toneladas (+4,8%) em janeiro; e a de papel manteve-se estável totalizando 862 mil toneladas. As vendas de papel no mercado interno alcançaram 424 mil toneladas (-4,9%). Confira os demais indicadores de desempenho do setor de árvores plantadas, na 33ª edição do Cenários IBÁ.

Quer saber mais? Curta a página do Portal eMóbile no Facebook e fique por dentro do setor moveleiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile