Móveis para pets representam mercado em expansão

Mercado em plena expansão no Brasil, o mobiliário para pets pode ser uma boa aposta para quem quer diversificar no setor moveleiro

Publicado em 5 de janeiro de 2015 | 15:47 |Por: Patricia Blümel

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Com números de dar inveja a outros setores industriais, o mercado de pets no Brasil tem tido desempenho positivo e vem crescendo ano a ano. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), a estimativa de desempenho para 2014 é de crescimento de 8,2%. Esse percentual equivale a faturamento de R$ 16,5 bilhões.

Divulgação Senai-SC

Móveis para pets

Móveis para pets

Os dados consolidados só serão divulgados no início do próximo ano, mas levando em conta que em 2013 o setor faturou R$ 15,2 bilhões, 7,3% a mais do que em 2012, os números são animadores e excluem criadouros.

Os bons dados podem significar uma oportunidade para marceneiros e fabricantes de móveis que desejam apostar em um novo nicho. Foi o que fez a Sandrin Móveis Planejados, de Bento Gonçalves (RS), que de olho no crescimento não perdeu tempo e investiu, há três anos, em uma linha voltada especialmente para pets.

Leia mais:
– Guararapes produzirá MDF em tamanhos diferenciados
 Sayerlack vence premiação no segmento de tintas
 Sindimol divulga metas para 2015

Divulgação Sandrin Móveis Planejados

Móveis para pets

Sandrin Móveis Planejados investe há três anos no mercado pet

O mobiliário planejado residencial e corporativo continua sendo o carro-chefe da empresa, mas a linha pet tem chamado a atenção à marca. “Esse tipo de mobiliário tem sido importante principalmente para reforçar o pioneirismo da marca em alguns produtos, como a modulação editável, por exemplo”, avalia a gerente comercial e de marketing da empresa, Renata Sandrin. A empresa oferece ao mercado móveis para pets em geral. A coleção é composta por módulos flexíveis em MDF.

A adaptação do parque fabril para atender esse novo nicho de mercado não foi significativa. A empresa manteve o maquinário e a equipe existente, apenas fez mudanças na engenharia do produto para projetar a modulação específica da linha. Atualmente, a Sandrin Móveis Planejados vende seus móveis para pets para todo o Brasil.

Recomendações para começar

  • Contar com um designer para desenvolver as peças pensando no bem-estar dos animais e dos donos é um diferencial
  • Inovação e criatividade são fundamentais, pois o setor exige cada vez mais diferenciação, seja em variedade, qualidade ou preço
  • Desenvolver peças para os pet que possam agregar e harmonizar com o ambiente em que serão instaladas
  • Importante definir o público-alvo para produzir peças com preços adequados
  • Parcerias com outros negócios ligados ao mercado pet podem ajudar (agropecuárias, pet shops, clínicas veterinárias entre outros)
  • Pesquisa e planejamento são fundamentais. Em caso de dúvida, procure um consultor Sebrae
    (com informações do Boletim de Tendências do Sebrae SC – Julho de 2014)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile