Masisa Lab: oportunidade para Startups e empreendedores

Programa de inovação da Masisa é dividido em 6 desafios. Vencedores ganharão incentivos que podem chegar em até U$ 40 mil, além de receber consultoria e treinamento para por as ideias em prática

Publicado em 18 de agosto de 2016 | 8:30 |Por: Pedro Luiz de Almeida

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Shutterstock

Masisa Lab

Inscrições para o Masisa Lab se encerram no dia 26 de agosto. Podem se inscrever equipes com no mínimo dois integrantes

Uma boa notícia para os empreendedores, donos de Startups e demais pessoas com ideias originais e inovadoras. A Masisa, multinacional chilena fabricante de painéis de MDF e MDP, está com inscrições abertas, até o dia 26 de agosto, para o programa Masisa Lab, plataforma de inovação da empresa, que visa captar e prover incentivos para fomentar projetos com grande potencial.

“O nosso portfólio atual possui 20 projetos incubados. Dentre os mais proeminentes, há dois casos interessantes que são: o Leaf Panel Systems, que se propõe a fabricar fachadas externas e revestimentos arquitetônicos mais sustentáveis baseado em madeira modificada, e o SPK Automação, que é uma empresa mexicana de inovação tecnológica e digital, especializada em controle numérico, design e produção na nuvem”, exemplifica a líder Masisa Lab Brasil, Daniele Rodrigues de Oliveira. 

Trajetória do Masisa Lab
A iniciativa, criado no México, já passou por diversos países de América Latina e agora chega ao Brasil. O intuito é captar ideias inovadoras, nas áreas da arquitetura, design e construção, que possam servir para ampliar o portfólio de soluções para a indústria e a sociedade. “Formalmente, o Masisa Lab foi criado em 2010 no México, depois foi implementado no Chile e a partir de 2013 começamos com as convocatórias abertas do Leanplay. Este ano, contamos com sedes na Cidade do México, Santiago, Concepción, São Paulo e Buenos Aires”, detalha Daniele.

Premiação
Os vencedores, selecionados pela equipe da Masisa, receberão: Capital semente que pode chegar em até U$ 40 mil, acesso ao banco de contatos da empresa, 6 meses de treinamentos, consultoria e capacitação de profissionais da fabricante para desenvolver a iniciativa.  “É muito importante para nós, independente do número de integrantes, entender que a equipe tem os conhecimentos técnicos e práticos suficientes para tirar a ideia do papel”, complementa Daniele. Segundo informações, projeta-se fechar as inscrições com 150 projetos concorrendo.

Cronograma
Os interessados podem efetuar a inscrição da inciativa pelo portal do Leanplay Brasill, é por meio dele que os projetos chegam até o Masisa Lab. A data final para efetuar o cadastro é dia 26 de agosto, e o resultado dos 10 melhores projetos que participarão do programa de pré-aceleração, está previsto para o dia 08 de setembro. “Depois das 4 sessões de Leanplay e do Pitch final, os selecionados para ingressar no programa de incubação do Masisa Lab serão divulgados dia 10/11”, explica Daniele.

Shutterstock

Masisa Lab

Com o intuito de propor soluções para áreas específicas os projetos foram divididos em 6 desafios

Conheça a proposta de cada um dos 6 desafios do Masisa Lab:

1° Arquitetura e Design acessíveis: Como dar mais acessibilidade em arquitetura e design para o consumidor;

2° Design Flexível: Como trazer flexibilidade à espaços reduzidos e como ensinar o consumidor a modificar projetos;

3° Novas Tecnologias: Como usar as novas tecnologias para viabilizar a produção em larga escala e também, como novas tecnologias em materiais, tintas e técnicas podem auxiliar na customização de placas de madeira para o consumidor;

4° Suporte ao marceneiro: Como ajudar o marceneiro a entregar o melhor serviço para o consumidor final, capacitando milhares deles para evoluir como empresários e atuar de maneira mais próxima com designers;

5° Sustentabilidade e reaproveitamento: Como utilizar, de maneira proveitosa e rentável, os resíduos, de MDF e MDP, que sobram nas marcenarias e fábricas. E como criar móveis que sejam mais fáceis de serem trocados, reutilizados e reciclados;

6° Desafio aberto: Como se entende que não é possível enxergar todos os caminhos, este desafio fica aberto, para demais ideias relacionadas a arquitetura, design e construção, que não se encaixem nos cinco anteriores.

Se interessou pelas oportunidades? Não perca tempo e inscreva a sua equipe. Curta também a página do Portal eMóbile no Facebook e fique sempre por dentro das notícias do setor moveleiro!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile