Intersind passa a funcionar em nova sede

Sindicato agora está localizado ao lado do pavilhão de exposições, no Horto Florestal. Novas instalações impulsionam representatividade do primeiro polo moveleiro de Minas Gerais

Publicado em 11 de junho de 2018 | 14:13 |Por: Cleide de Paula

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Mobiliário de Ubá (Intersind) está funcionando em novo endereço, na rodovia MGT 265, KM 83, Horto Florestal.

A construção da nova sede teve início em 2013. A cerimônia de inauguração ocorreu antes mesmo da obra estar acabada com o intuito de apresentar aos associados e à comunidade o que o Intersind estava fazendo em benefício de todos os empresários e dos trabalhadores do polo. Assim que concluído o Memorial do Polo Moveleiro de Ubá, haverá uma inauguração oficial do espaço.

– Inauguração do novo Intersind

– Intersind promove Mostra de Móveis

O presidente do Intersind, Aureo Calçado Barbosa, explica que as antigas instalações da entidade ficavam no quarto andar de um prédio sem elevador, localizado em uma rua central de Ubá (MG) que trazia dificuldades de estacionamento no local. Segundo o dirigente, o espaço tinha também limitações físicas. “Já estava na hora de mudarmos nossa ‘cara’”, comenta.

Aureo relembra que o primeiro desafio do projeto foi exatamente encontrar o local para a construção de sede. “Avaliamos várias opções na região central de nossa cidade de Ubá, e não encontramos viabilidade locacional associada a custo da obra. Sendo assim, optamos por construir nossas instalações num terreno situado exatamente ao lado do nosso pavilhão de exposições no Horto Florestal”, aponta.

A gerente executiva do Intersind, Heliane Hilário, avalia que o Intersind, enquanto instituição sólida, representativa do primeiro polo moveleiro de Minas Gerais, merecia uma sede que traduzisse a sua importância para o setor. “Esse sonho era tanto da diretoria quanto dos  colaboradores que buscavam espaços mais adequados que permitissem continuar trabalhando para o desenvolvimento da indústria moveleira. Era necessário um projeto que contemplasse todas as necessidades, permitindo a ampliação da base de atendimento da cadeia moveleira”, assinala.

Sobre as limitações do antigo endereço, a gerente executiva acrescenta que a escolha do local para construção da nova sede foi bastante determinada pela facilidade de acesso, especialmente aos portadores de deficiência. “A melhor opção foi construir próximo ao local das realizações das feiras por nós implementadas, abrigando todas as necessidades e permitindo a facilidade de acesso”, ressalta.

As novas instalações do Intersind possibilitam a realização de vários eventos voltados para os interesses de polo moveleiro de Ubá como reuniões empresariais, palestras, cursos, seminários. Além disso, o novo espaço foi idealizado para proporcionar um local confortável para os associados receberem clientes em eventos especiais.

“Na nova sede, o Intersind terá todas as condições de desenvolver o papel de associativismo e representatividade do polo moveleiro de Ubá e região. Temos amplo espaço de estacionamento, rampa de acesso para pessoas com necessidades especiais, auditório, salas de reuniões e um espaço onde estaremos construindo um Memorial do Polo Moveleiro de Ubá”, adianta Aureo Barbosa.

Crédito: Divulgação Intersind

Nova sede Intersind

Para o Intersind, conquistar a nova sede, significa a realização de um sonho. “Um marco histórico que deixaremos para gerações futuras”, afirma Aureo Barbosa

“Outro ganho será o Memorial do Polo Moveleiro de Ubá, que  exporá a história da produção moveleira na região revelando os valores e contribuindo para que a comunidade reconheça e abrace essa história como patrimônio e, consequentemente, valorizá-la”, assinala Heliane Hilário.

Na visão da gerente executiva do Intersind, as amplas dimensões da construção permitem a aproximação entre a indústria, a cadeia moveleira e a comunidade.

“O auditório com capacidade para 200 pessoas, permitirá também a realização de eventos importantes para incrementar e promover a sustentabilidade do setor”, sinaliza.

Segundo Heliane, a nova sede significa a concretização do desejo de uma estrutura física ampla e moderna, que trará mais conforto e ampliação das possibilidades de atendimento aos associados. “É a nova casa dos empreendedores moveleiros que alavancam e contribuem  para o crescimento do município e região e, consequentemente, do País”, reforça.

Os dirigentes salientam que o Intersind está de portas abertas para todos os empresários do setor, instituições parceiras e comunidade.


Os comentários estão desativados.

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook