Indústria moveleira gaúcha: alta em março

Segundo relatório do IEMI, a indústria moveleira gaúcha acumulou resultados positivos em produção, vendas, emprego e exportações

Publicado em 5 de junho de 2014 | 18:50 |Por: Julia Zillig Rodrigues

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O mercado moveleiro gaúcho anda na contramão do setor brasileiro, segundo dados do relatório Conjuntura e Comércio Externo de Móveis no Brasil feito pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI). Enquanto os números nacionais indicam recuo de -4,3% na produção, o Rio Grande do Sul encerrou o mês de março com variação positiva de 4,4% e 7,2 milhões de peças produzidas. Nos primeiros três meses do ano, a alta acumulada foi de 5,4% em comparação ao mesmo período de 2013.

Shutterstock

oto nota movergs números RS - eMobile cópia

Mercado moveleiro gaúcho comemora os bons resultados

No Estado, o consumo aparente da indústria alcançou sete milhões de peças – crescimento de 4,5% em março – volume que representou 18,8% do consumo nacional, com 36,9 milhões de peças. No que diz respeito ao mês anterior (fevereiro), a variação foi de -5,5% e acumulou queda de 7,5%.

Em vendas, os resultados foram igualmente positivos. No mês, o montante comercializado aumentou 2,6% em volume de peças e 3,3% em valores de receitas. No acumulado do ano, esses resultados representam alta de 8,3% na quantidade de peças vendidas e de 17,3% nos valores da receita.

No emprego, as notícias também são favoráveis. No mês de março, a indústria moveleira gaúcha abriu 216 novos postos de trabalho, totalizando 40.598 empregos diretos – alta de 1,7% em relação a dezembro de 2013.

Leia mais:
Mercomóveis 2014 pretende estimular exportações
Crescem as exportações de bens de capital mecânicos
Coeficiente de exportação da indústria de móveis fica em 5%

A balança comercial do setor está em déficit (US$ 60,9 milhões), porém com alta tanto nas exportações quanto nas importações. As exportações brasileiras registraram US$ 156 milhões no primeiro trimestre do ano, um aumento de 4.1% em relação aos três primeiros meses de 2013, tendo os Estados Unidos como principal destino das vendas externas (15,5%), seguido pela Argentina (14,9%) e destaque para a maior presença da Bolívia, com um aumento de mais de 50% do que foi exportado para o país em 2012. Quando o assunto são as importações, o volume  foi de US$ 217 milhões, com alta de 6,3%, tendo a China e Estados Unidos como principais destinos de origem.

Neste cenário, o mercado gaúcho contabilizou US$ 63 milhões em produtos exportados de janeiro a abril de 2014, o que representou uma variação de 10,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os móveis gaúchos foram enviados para locais como Reino Unido, Peru, Uruguai e Chile.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile