Indústria moveleira brasileira participa da 38ª Expo Mueble Internacional

Indústria moveleira participa da 38ª Expo Mueble Internacional

Projeto Brazilian Furniture leva 13 marcas de móveis para prospecção no setor moveleiro mexicano

Publicado em 12 de Janeiro de 2018 | 10:08 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A indústria moveleira brasileira estará presente na feira Expo Mueble Internacional Invierno, de 14 a 17 de fevereiro, em Guadalajara, no México. O evento terá a participação de 13 empresas do setor moveleiro em ação que faz parte do projeto Brazilian Furniture, iniciativa da Associação Brasileira das Indústria do Mobiliário (Abimóvel), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

As indústrias moveleiras Brisa Casa, Bertolini, Henn, Multimóveis, Telasul, Unicasa, Finestra, Línea, Cavaletti, BRV, Carraro, Belaflex e Lanci, marcarão presença na feira mexicana de móveis. A iniciativa visa aumentar a competitividade do setor moveleiro no mercado internacional e ampliar a relação comercial entre Brasil e México, principalmente no que tange ao incremento das exportações.

O intuito é de fortalecer a promoção das exportações e imagem da indústria moveleira nacional. A participação na Expo Mueble Internacional é estratégica por ser o maior evento da América Latina para o setor, com uma área de aproximadamente 65 mil m², e pelo fato de ser um mercado prioritário para a indústria, dentro do Projeto Setorial do Brazilian Furniture.

iStock

indústria moveleira

Consumo de móveis no México apresentou crescimento médio anual de 3,7% nos últimos anos

No período de 2012 a 2016, o consumo de móveis no México apresentou crescimento médio anual de 3,7%. Entre 2011 e 2016, as importações de móveis pelo México tiveram maior participação no segmento de móveis de “metal”, seguido por “madeira”, “estofados” e “colchões”. Em 2016, o México importou US$ 203,78 milhões do segmento “metal”, US$ 200,75 milhões de “madeira”, US$ 182,43 milhões de “estofados” e US$ 10,11 milhões de “colchões”.

Crescimento da indústria moveleira

A estratégia de internacionalização da indústria moveleira nacional realizada pelo Brazilian Furniture, com vistas a torná-lo mais competitivo no mercado externo, tem foco também na adesão de novos participantes no programa. Como resultado desse esforço e da estratégia, o Projeto Brazilian Furniture recebeu a adesão de 16 novas empresas ao final de 2017.

São elas: Arteclasse, Bertolini, Dalmobile, Finestra, Marel, Miranti, Mizza, Tecnoflex, THB, KK Móveis, Júlio Móveis, Todeschini, Belaflex, Caderode, Tabulae e Empório das Cadeiras. Para o presidente da Abimóvel, Daniel Lutz, o ingresso de novos associados no Brazilian Furniture demonstra o interesse da indústria pelo mercado internacional.

“O projeto realizado entre Abimóvel e Apex-Brasil é um instrumento de acesso ao mercado externo. As ações e mecanismos de inteligência, entre outros, são fundamentais para incentivar a competição brasileira no cenário internacional”, destaca Lutz, que acrescenta. “O crescimento do número de empresas no programa deve-se a diversos fatores. Entre eles, a forte tendência pela exportação como estratégia da indústria, o plano de trabalho constituído, o apoio e estrutura recebidos pelas empresas e, por fim, pelos resultados obtidos durante o ano nas ações e nas perspectivas que se apresentam para o setor moveleiro”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile