Indústria de madeira e mobiliário prioriza exportação perante crise

Certificação será alternativa para que o setor venda produtos para o exterior

Publicado em 9 de março de 2016 | 13:44 |Por: Cleide de Paula

 
O setor de madeira e mobiliário do Paraná passa por um processo de reestruturação em meio à crise econômica. Devido a desaceleração da economia, um dos focos das indústrias da área tem sido a exportação. Para garantir as vendas para o exterior, as indústrias precisam focar na certificação do produto. “Assim elas atingem o padrão de qualidade para exportar”, explica o gerente da unidade de Arapongas, do Senai no Paraná, Nilson Violato. As empresas esperam discutir o futuro do setor durante os três dias de realização da ExpoMadeira, evento que ocorre em Curitiba de quarta (9/03) a sexta-feira (11/03).

De acordo com Violato, as indústrias da área foram duramente afetadas pela crise econômica, principalmente em virtude de a desaceleração ter também atingido o setor de construção civil, que diminuiu a demanda de painéis e compensados, do qual o setor de madeira e mobiliário é responsável. Além disso, diminuiu a demanda de móveis de madeira. “Isso mexeu com o volume de produtos comercializados”, afirma.

exporenault
Certificação necessária
Com a alta do dólar, as empresas realizam um movimento de atendimento de exportação. “É um exercício de equilíbrio”, diz Violato. Para diminuir as perdas e focar na exportação, é necessário certificar produtos. Nesse sentido, o Instituto Senai de Tecnologia em Madeira e Mobiliário oferece serviços de laboratório para empresas se certificarem e venderem seus produtos para outros países.

A rede do Senai no Paraná possui os laboratórios de Química e Meio Ambiente, Celulose e Papel e Madeira e Mobiliário para ajudar nessa certificação. “Esses laboratórios se completam, formam um conjunto de máquinas para atender ao setor”, diz Violato. O Senai ainda tem feito, segundo ele, consultorias na área para ajudar as indústrias a terem efetividade nos processos de produção. “Focamos também em pesquisas aplicadas para os editais de inovação”, completa.

Oportunidade
Dentro deste cenário de reformulação e segundo o gerente do Senai em Arapongas, a Expomadeira é uma chance de debates entre pesquisadores e quem fabrica no setor de madeira e mobiliário, por ser um evento de caráter científico e comercial. “O Paraná é um estado que pode liderar esse setor dentro do contexto nacional”, avalia Violato.

Lançamento
Durante a Expomadeira, será lançado um livro feito em parceria pelas unidades do Senai em Arapongas e Telêmaco Borba com a Universidade Estadual de Londrina (UEL). A obra trata da utilização de pinus e sua aplicação no setor de imobiliário.

Serviço
Expomadeira
Local: Expo Renault Barigui
Endereço: Rodovia do Café – km zero, BR 277 – Santo Inácio – Curitiba – PR
Dias: de quarta-feira (9) a sexta-feira (11)
Horários de visitação: 14  às 20 horas

 

(com informações Imprensa Fiep)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile