Grupo Asperbras ingressa no mercado de MDF

Conhecida por atuar em vários tipos de mercado, companhia aposta agora na produção de painéis de madeira

Publicado em 19 de agosto de 2015 | 13:30 |Por: Julia Zillig Rodrigues

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O mercado de MDF no Brasil acaba de ganhar um novo player. Trata-se do Grupo Asperbras, conhecido por sua vocação multidisciplinar, atuando na produção de tubos de PVC, agronegócio, empreendimentos imobiliários, comercialização de veículos pesados, entre outros.

Ingressar no universo de painéis de madeira certificada, segundo o diretor industrial da empresa, Mário Sérgio Gavinho, caracteriza-se como mais um novo desafio para o grupo. “Acreditamos que o investimento nesse mercado é um também um investimento que pode agregar e ampliar os negócios do grupo no mercado brasileiro”, afirma. E ainda vai mais longe. “Todo grande grupo deve diversificar seus ramos de atuação, principalmente em épocas de economia em baixa. Basicamente, a regra é manter o grupo de forma sustentável”, diz.

Apesar da concorrência acirrada no universo do MDF, o diretor diz que aposta em diferenciais competitivos para se destacar. “A decisão de investir nesse setor levou em conta a concorrência acirrada, porém o Grupo Asperbras tem conhecimento de alguns diferenciais para minimizar isso”, conta.

O crescimento estruturado do mercado de MDF nos últimos dez anos, principalmente no consumo interno, chamou a atenção do grupo e norteou essa decisão. A nova divisão do grupo ganha forma na cidade de Água Clara (MS), escolhida estrategicamente por estar localizada em uma região produtora da principal matéria-prima de produção, o eucalipto, de acordo com Gavinho, além dos aspectos logísticos. “No início, nosso foco é atender as demandas do mercado das regiões Centro-Oeste e Sudeste”, comenta.

Leia mais
Móveis seriados para residências menores
– A diversidade de padrões de painéis de madeira
– Madeira sustentável: qualidade por meio de valores intangíveis

Além dos motivos acima, o diretor ressalta ainda os incentivos recebidos dos governos estadual e municipal, o que deve ser retornado no aumento da geração de 700 empregos na região, quando a planta industrial entrar em operação, a partir do início de 2017.

Na prática
No local, o Grupo Asperbras já deu início ao novo projeto com a plantação de vários hectares de eucalipto – o que demandou investimentos na ordem de € 75 milhões – cujo primeiro corte está previsto para acontecer daqui a sete anos. De acordo com William Alves Jorge, gerente comercial da empresa, a intenção é tornar a produção 100% autossustentável. Enquanto isso, para abastecer a demanda inicial de matéria-prima, a empresa pretende adquirir madeira de fornecedores nacionais.

A nova fábrica de MDF deve operar inicialmente com uma capacidade produtiva de 240 mil m³ anuais de MDF. Em um segundo momento, a intenção é chegar a 480 mil m³. Para suprir essa produção, serão necessários cerca de 12 mil hectares plantados até o final deste ano. “O planejamento no manejo da área plantada nos permitirá ampliar a produção”, enfatiza Gavinho.

Além de ter como plano futuro ser autossustentável em matéria-prima, a nova fábrica do Grupo Asperbras vai operar com equipamentos de última geração para trabalhar os painéis. Cerca de € 55 milhões foram empregados, com a participação de um fundo alemão, para tornar as instalações produtivas altamente tecnológicas.

Próximos passos
Até o início das atividades da nova planta, a companhia já desenha alguns planos extras. Um deles, de acordo com o diretor, foi a compra de uma prensa para a fabricação de painéis revestidos. “Existe a intenção futura, mas essa decisão só será tomada após um estudo mais aprofundado do mercado”, ressalta. Sobre a desaceleração econômica, Gavinho espera que o País já tenha retomado o crescimento econômico e produtivo. “Desafios surgem todos os dias e temos que enfrentá-los. Essa é nossa meta”, conclui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook