Grossl aposta em soluções para auxiliar setor moveleiro e reduzir custos

Com crescimento estimado em 26% neste ano, marca utiliza estratégias para diminuir o impacto da alta dos insumos

Publicado em 28 de novembro de 2018 | 15:14 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Neste ano, a produção industrial do Brasil encareceu 3,7% no segundo trimestre de 2018 comparado aos primeiros três meses do ano, segundo um estudo realizado pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI). A alta também refletiu nos custos do setor moveleiro, com a queda no consumo e as incertezas da reoneração da folha de pagamento.

Visando ao restabelecimento do mercado, a Grossl, empresa catarinense de soluções em abrasivos e adesivos, auxilia as empresas do setor moveleiro a reduzir seus custos de produção por meio de um trabalho de assessoramento e propostas de melhorias em seus processos produtivos.

“Com um serviço personalizado e um atendimento rápido e confiável, proporcionamos às empresas a redução de seu estoque de insumos imobilizado, redução do consumo de materiais de acabamento, e contribuímos para aumentar o tempo de vida útil dos produtos com a redução dos setups de máquinas. São alguns dos benefícios oferecidos aos nossos clientes na busca por se proteger dos aumentos de custos”, observa o vice-presidente da Grossl, Sergio Luiz Jankowski.

O vice-presidente ressalta que pelo fato da empresa ser uma das principais fornecedoras na cadeia moveleira do Brasil, consequentemente, quando as indústrias sofrem com a pressão sobre seus custos de produção, este setor é prejudicado, já que as empresas deixam de olhar para a qualidade e a performance dos insumos e passam a analisar somente os preços de aquisição de cada produto.

– Empresários poloneses de olho em móveis de designers brasileiros

Adotando medidas de parceria com os clientes, como essa consultoria, neste ano, a Grossl teve um crescimento da produção para o segmento moveleiro de 26%, consequência de estratégias que a empresa desempenha ao longo do período de vendas de cada ano. “Um fator muito importante é a manutenção dos estoques reguladores de matéria prima, com base no histórico e nas projeções de vendas”, observa.

Além disso, a empresa procura fazer negociações de contratos de fornecimento, conseguindo benefícios de longo prazo junto aos fornecedores, bem como as negociações de contratos internos, controle de custos internos e trabalham para reduzir perdas nos processos produtivos.

“As indústrias de móveis do Brasil são altamente capazes de produzir móveis de qualidade e com padrão internacional de acabamento, e, neste sentido, uma das possibilidades de se evitar a pressão dos custos internos é a busca pelas exportações, pois, hoje nossa situação cambial é favorável e é uma venda em que as margens de contribuição e ganho são mais controladas e permanentes, pois os preços são cotados em moeda estrangeira, acompanhando as variações cambiais”, finaliza Jankowski.

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile