ForMóbile 2016: tendência são padrões que remetem à madeira natural

Fabricantes de painéis apostam em desenhos, cores e acabamentos que fazem um resgate da madeira natural

Publicado em 27 de julho de 2016 | 10:05 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Thiago Rodrigo/Revista Móbile

Padrão Faia Berneck

Padrão Faia da Berneck

Chegou o momento que todos esperavam. A 7ª edição da Feira Internacional de Fornecedores da Indústria Madeira e Móveis (ForMóbile) iniciou ontem (26/07) com a expectativa de reunir 60 mil visitantes e ser um termômetro para o setor moveleiro. Baseada nos pilares inovação, tecnologia e tendências, alguns expositores fabricantes de painéis apresentam suas novidades em padrões para, além de industriais moveleiros e marceneiros, também para arquitetos e decoradores.

Uma das tendências observadas é a busca pela madeira natural com padrões que remetem ao mais natural possível da madeira seja por meio de acabamentos (texturas). Um exemplo é o acabamento Trend, lançamento da Arauco inspirado na lâmina natural de madeira.

Isso pode ser observado também nos desenhos madeirados e pelo trabalho de cores. Neste sentido, o madeirado mais claro está bastante em voga como pode ser observado no estande da Arauco que apresenta o padrão Autentic, que traz em sua essência a originalidade. A Masisa lança o padrão Cajueiro que se inspira em seu fruto, a castanha clara.

Leia mais
Parceria da Masisa
Leo apresenta novo APP
Opções em tecidos

Já a Duratex tem como novidade o padrão Rivieira, destacado sob a temática de marcas do tempo. Por sua vez, o Compensato é o lançamento da Berneck, que no acabamento Grann é indicado para móveis que visam transmitir a naturalidade e suavidade da madeira natural. Já o Faia, também no acabamento Grann, é cheia de movimento e tem referência no design escandinavo.

Tons cinzas
Padrões com tonalidades mais acinzentadas também foram frequentes nos novos produtos das empresas. O Paraty é a aposta da Duratex nessa linha. Já o Mármara Gri, da Masisa, reflete as inúmeras paisagens salinas com tons acinzentados da região de Mármara, na Turquia. A Arauco lançou este ano o Nordic, que remete ao Carvalho, com poros que acentuam a tridimensionalidade, enquanto o Baltic tem poros e meias-catedrais em tonalidades levemente aquecidas.

Madeira em sua essência
Ademais, madeirados mais neutros e principalmente escuros também são apostas. Neste sentido a Duratex apresenta o Inhotim, com efeitos de marcas do tempo, Itapuã e Trancoso, ambos que ressaltam a diversidade cultural do Brasil por apresentarem cores que a natureza oferece em elementos como o barro, as fibras e a terra. Já a Masisa lança os desenhos Mármara Erik e Mármara Kahve que fazem parte da coleção “Viagem ao Redor do Mundo”. O Taj, da Arauco, conta com essa proposta, ele que é inspirado na nobre madeira Teka, proveniente de países asiáticos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile