Empresas associadas à FIEP terão acesso a financiamento da Caixa

Financiamento prevê boa oportunidade para que as empresas possam acessar diferentes linhas, de acordo com seus próprios moldes

Publicado em 11 de maio de 2017 | 19:13 |Por: Gabriel Belo

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

As empresas associadas aos sindicatos filiados à Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) terão acesso a linhas de crédito diferenciadas (financiamento) da Caixa Econômica Federal. Isso ocorrerá por conta de um convênio assinado entre o presidente da Fiep, Edson Campagnolo, e o superintendente regional da Caixa, Arielson Bittencourt, na última terça-feira (09).

“Essa iniciativa é uma forma de apresentar alternativas às indústrias, que vêm encontrando dificuldades de acesso a financiamentos neste período de crise, devido às altas taxas praticadas pelo mercado”, diz Campagnolo. “Esperamos poder estreitar cada vez mais esse relacionamento do setor industrial com a Caixa”, completa.

Divulgação

Financiamento-Caixa

Acordo de financiamento abre para várias possibilidades de mercado

De acordo com Bittencourt, o convênio mostra uma boa oportunidade para que as empresas possam acessar diferentes linhas de financiamento ofertadas pelo banco.

“Ele propicia que empresário tenha uma taxa de juros flexibilizada. Em todas as 290 agências que temos no Estado, o atendimento será diferenciado para os empresários. Esperamos que, assim, consigamos oportunizar o crédito, que é um fator primordial para a retomada do crescimento do país”, indica.

Entre alguns dos produtos e serviços que terão condições diferenciadas para as indústrias paranaenses, estão os financiamentos para aquisição de bens de consumo duráveis. O convênio prevê que a taxa de juros dessa linha, que normalmente é de 2,15% ao mês, baixe para 1,90%. No caso de capital de giro, linhas como o Girocaixa Instantâneo Múltiplo, que antecipa o fluxo financeiro das empresas, terão taxa de 2,39% ao mês, mais TR.

– Indústria moveleira apresenta queda na produção em março

Já no caso do Cheque Empresa Caixa, a taxa cai de 15,15% ao mês para 13,15%. O convênio prevê ainda que sócios e empregados das indústrias também possam ter acesso a produtos voltados para pessoa física.

(com informações de assessoria)


Os comentários estão desativados.

eMobile