Fimma 2015: inovações e acessibilidade em pauta

Em entrevista concedida durante a ForMóbile, o presidente da Fimma 2015, Volmir Dias, comenta os desafios da próxima edição

Publicado em 31 de julho de 2014 | 9:07 |Por: Renata Bossle

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Marina Gallucci

Membros da diretoria da diretoria da Fimma Brasil 2015

Membros da diretoria da diretoria da Fimma Brasil 2015

Intitulando a feira como “o momento de mostrar novidades”, o presidente da próxima edição da Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira (Fimma Brasil), Volmir Dias, acredita que o evento deve atrair muitas inovações por parte dos expositores. De acordo com ele, são esperadas mais de 40 mil pessoas, vindas de 40 países, e gerando US$ 300 milhões em negócios.

Quem concorda com essa visão é o presidente da Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs), Ivo Cansan. “A Fimma sempre teve como objetivo levar soluções para dificuldades do dia a dia, atendendo as necessidades dos expositores e dos visitantes”, aponta.

Leia mais:
Fimma Brasil: Depois da tempestade, a bonança
Diretoria da Fimma é anunciada durante a Movelsul
Affemaq comemora 10 anos durante ForMóbile

Ainda de acordo com ele, a organização da feira trabalha manutenção de um diálogo com toda a cadeia produtiva de madeira e móveis. Para tanto, Cansan destaca o Prêmio Inovação: “Ele premia quem agrega valor, produtividade e sustentabilidade”.

O presidente ainda acrescenta que a Fimma procura atender desde a pequena iniciativa às grandes indústrias. “Com o Projeto Marceneiro, queremos atender a necessidade que esse público tem de se estruturar administrativamente para estar apto a competir”, exemplifica.

Outra iniciativa citada por ele é o Projeto Imagem, realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que leva jornalistas de diversas partes do mundo para a Serra Gaúcha. “Esses profissionais trazem ideias e visões de fora, apontando tendências”, observa e continua: “Temos uma preocupação com os visitantes de forma geral que vai além da tecnologia e das máquinas, mas apresentar a região”.

Visitação qualificada

Segundo Volmir Dias, são esperadas mais de 600 marcas na Fimma 2015 e 84% dos espaços já estão com ocupação confirmada. Contudo, ele ressalta que as expectativas com relação ao número de visitantes já foram maiores. A mudança segue uma tendência de mercado, que provocou uma alteração no perfil dos profissionais que visitam a feira.

Ivo Cansan aponta que, anteriormente, as empresas enviavam um grupo grande de pessoas para visitar a feira, porém, no atual momento, tem dado preferência para os profissionais com poder decisório. “Os visitantes têm uma qualificação melhorada e passam mais dias visitando a feira”, observa.

Ainda de acordo com ele, o espaço da Fimma precisaria ser 30% maior para atender a todo o segmento de máquinas. “Temos uma gama de expositores que gostaria de ampliar seus espaços no evento”, relata. Contudo, ele ainda é reticente em ampliar o número de categorias atendidas. “Só devemos agregar algo quando tivermos condições adequadas. Esse não é o momento de criarmos dificuldades para os visitantes”, afirma.

Para completar, o diretor de comercialização e divulgação da Fimma, Juarez José Piva, observa que a feira está atenta a novas ferramentas e quer inovar. Assim, boa parte das atenções está voltada para o acesso ao evento, uma vez que o local para estacionamento tem capacidade limitada. “Fazemos várias ações nesse sentido, com benefícios para os visitantes, especialmente os que vêm à feira em missões empresariais”, ressalta.

A próxima edição da Fimma Brasil acontece de 16 a 20 de março de 2015 no Parque de Exposições de Bento Gonçalves (RS).


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile