Fornecedoras de ferragens apontam origem e benefícios do item

Importadas ou nacionais, ferragens de qualidade podem fazer a diferença na qualidade e usabilidade de um móvel

Publicado em 10 de maio de 2017 | 14:10 |Por: Paulinne Giffhorn

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

As ferragens podem fazer toda a diferença no que se trata de valor percebido em um móvel. Mesmo que corrediças e dobradiças não interfiram diretamente na aparência, um bom material é essencial para a usabilidade, resistência e qualidade do mobiliário – valorizando cada peça.

O primeiro benefício que pode ser notado, é que o móvel equipado com uma ferragem de qualidade, ao desempenhar movimento – como abrir ou elevar portas, extrair gavetas, entre outros – proporciona conforto e segurança ao consumidor.

Divulgação Grupo Bigfer

Ferragens Bigfer

Trilho telescópico, do grupo Bigfer, importado da China

A Bigfer, marca de acessórios para móveis, comercializa ferragens de fabricação nacional – o que, segundo a analista de marketing do grupo, Danielle Santos, “garante agilidade na entrega, menor variação de preços, manutenção de estoques, controle de qualidade e autonomia para criação de novos produtos”.

Atualmente a marca exporta seus produtos para a América Latina e importa da China algumas ferramentas, como trilhos telescópicos e rodízios de silicone.

Já a Gold News tem a maior parte de seus produtos importados, tendo como origem principal a China, mas também Alemanha, Áustria, Taiwan e Índia. “Usando uma ferragem de qualidade, o produto ou usuário do item será beneficiado com um funcionamento perfeito e maior durabilidade, mas a qualidade tem um preço e é preciso pagar por ela”, assegura o gerente de vendas do grupo, Rildo Ribeiro.

– Veja tendências do produtos

No caso do grupo, a solução está em desenvolver componentes dentro da relação entre custo e qualidade, se adequando aos produtos finais aos quais estão destinados. Para Ribeiro, investir em compras de alto volume, que automatizam o processo e, consequentemente, reduzem o valor do item também é uma solução viável.

Por ser multinacional, a Häfele consegue acompanhar de perto as tendências

Atualmente, 99% dos itens comercializados pela Häfele Brasil são oriundos de importações. Com produtos fabricados em suas seis unidades fabris na Europa ou comercializados pelos 1,5 mil parceiros espalhados pelo mundo, o gerente de produtos da filial do Brasil, Thomas Schwenne, acredita que o mercado moveleiro é um setor difícil, principalmente no que se diz respeito a ferragens e acessórios.

“A empresa visa se diferenciar de seus concorrentes, buscando sempre oferecer produtos de qualidade, que possam trazer satisfação total aos clientes”, afirma Schwenne. Por ser multinacional, a Häfele consegue acompanhar as tendências no segmento e oferecer uma resposta rápida às novas demandas do mercado.

As ferragens da Grass são de origem europeia, especialmente na região da Alemanha e Áustria. Nada é produzido no Brasil, sendo apenas comercializadas e distribuídas no País pela Masutti Copat. “Ao optar pelas ferragens da marca, o cliente estará escolhendo um produto cujo desenvolvimento é resultado de ricas pesquisas em inovação e tendências, além da aplicação de alta tecnologia”, garante o gerente de operações da Masutti Copat, Rodrigo Copat.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook