Exportações do polo moveleiro de Bento Gonçalves mostram recuperação

Polo apresenta crescimento de 12,7% nas exportações do último trimestre

Publicado em 20 de abril de 2017 | 13:52 |Por: Érica da Costa Diniz

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

As exportações do polo moveleiro de Bento Gonçalves apresentaram crescimento de 12,7% no primeiro trimestre de 2017. O número é animador em comparação com o mesmo período do ano anterior que registrou uma queda de 2,2%, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior do MDIC. O desempenho é superior ao do estado (3,9%) e do Brasil (6%).

Os principais mercados importadores do móvel do polo de Bento foram Uruguai, Argentina, Paraguai, Panamá, Estados Unidos, Angola, México, Arábia Saudita, Índia, Guatemala e Emirados Árabes Unidos. O diretor Internacional do Sindmóveis, Leonardo Dartora, destaca que os resultados, apesar de preliminares, indicam um início de recuperação em mercados importantes, como na América Latina.

Divulgação Jeferson Soldi/Sindmóveis

Sindmóveis - exportações

Aumento de 12,7% nas exportações do polo moveleiro de Bento Gonçalves

“A entidade comemora os dados, mas há muito caminho até voltarmos aos patamares de 2010 e 2011, próximos a 60 milhões anuais, e pré-crise financeira de 2008/09, quando o polo chegou a exportar mais de US$ 80 milhões anualmente”, interpreta o diretor. Ele pontua que o Sindmóveis trabalha para alavancar a competitividade das empresas com ações de promoção internacional e estudos de mercado por meio de seu Comitê Internacional.

Dados 2016
No balanço preliminar de 2016 foi apontado que em dado período as exportações do polo moveleiro de Bento Gonçalves chegaram a cair 15%, representando uma queda de 4,6% no mesmo comparativo. Na ocasião, o presidente do Sindmóveis, Edson Pelicioli, ressaltou a crise econômica sem precedentes que afetou todos os níveis da indústria. Porém, agora ocorre o início de recuperação das exportações esperado por ele.

Faturamento de polo moveleiro cai 17,9%

Atualmente, o polo moveleiro de Bento Gonçalves representa 31% da indústria moveleira do Rio Grande do Sul e tem uma participação de 45% no faturamento da indústria do município. São aproximadamente 300 indústrias.

O planejamento do Sindmóveis para o próximo biênio prevê fortes investimentos na busca e consolidação de novos destinos para a produção moveleira local. Os Estados Unidos, por exemplo, são vistos como um mercado promissor para os móveis do polo moveleiro.

(com informações da assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook