Eucatex divulga resultados do 2º semestre de 2014

Documento explicitou resultados do segmento madeira da empresa, além de divulgar resultados de iniciativas voltadas à sustentabilidade

Publicado em 7 de agosto de 2014 | 16:15 |Por: Renata Bossle

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Eucatex, uma das maiores produtoras de painéis de madeira do Brasil, que atua também nos segmentos de tintas e vernizes, pisos laminados, divisórias e portas, divulgou ontem (6) seus resultados do 2º trimestre de 2014 (2T14).

Para a administração da empresa, o fraco desempenho da economia brasileira no segundo trimestre de 2014 reflete, entre outros aspectos, a queda acentuada no índice de confiança do consumidor. Ainda como fator determinante para um menor ritmo de atividade, é citado pelo documento o menor número de dias úteis no mês de junho, por conta da Copa do Mundo, que impactou o varejo e os negócios de forma geral.

Leia mais:
– Resultados da Eucatex no primeiro trimestre
Expectativas positivas para a ForMóbile
Tons fortes são as apostas da Eucatex

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), ocorreu uma retração do setor de 4,6% no primeiro semestre de 2014 na comparação com o ano anterior. Já as vendas de painéis de madeira no mercado interno apresentaram retração de 3,7% no mesmo período, de acordo com a Abipa.

Assim, a perspectiva da Eucatex para os próximos meses é de recomposição dos estoques na cadeia como um todo e de algum aquecimento no segmento de Construção Civil, já que esses mercados, tradicionalmente, apresentam no segundo semestre um fator sazonal positivo. Ainda de acordo com a empresa, o desaquecimento econômico tem propiciado oportunidades de reduções de custos em alguns de seus insumos, principalmente na resina

De acordo com o documento divulgado, as vendas do segmento madeira da Eucatex, quando somados mercado interno e exportação, no 2T14, comparativamente ao 2T13, apresentaram queda de 6,6%, enquanto o mercado recuou 8,1%, segundo dados da Abipa. “A redução nas vendas no segmento madeira foi inferior ao informado por esta associação, pois a companhia aguardou uma reação do mercado e procurou manter seus níveis de margens”, justifica o documento.

Sustentabilidade

O relatório divulgado também apontou que a sustentabilidade florestal da Eucatex é garantida por 46,1 mil hectares de florestas, todas localizadas no Estado de São Paulo. “A companhia é reconhecida por praticar o desenvolvimento sustentável, sendo a primeira empresa do setor a conquistar a ISO 9001, em 2000. Possui certificação ISO 14001 e o Selo Verde, certificado concedido pelo Forest Stewardship Council (FSC)”, enumera.

Segundo o documento, a Eucatex foi pioneira ao implantar uma das primeiras linhas de reciclagem de resíduos de madeira em escala industrial na América do Sul. A utilização de equipamentos de última geração permite que o material captado em um raio de, aproximadamente, 120 quilômetros de distância da unidade de Salto (SP) seja utilizado como matéria-prima na produção de chapas e como biomassa para queima em suas caldeiras.

“A capacidade total de processamento é de 240 mil toneladas ao ano, o equivalente a, aproximadamente, dois milhões de árvores, 470 mil m³ de madeira em pé ou 1.500 hectares de florestas plantadas”, divulga a empresa. De acordo com os dados da Eucatex, o investimento para manter esse volume de madeira, considerando um ciclo de sete anos, em terras e plantio, seria de, aproximadamente, R$ 200 milhões. Além do aspecto ‘custo’, o processo de reciclagem de madeira evita que o material seja destinado a aterros sanitários das cidades.

(com informações divulgadas pela empresa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile