Entrevista: quatro anos de Marcenaria Sustentável

Simone Nascimento fala dos quatro anos da Marcenaria Sustentável: como tudo começou e quais são os próximos passos

Publicado em 21 de novembro de 2014 | 11:35 |Por: Thaís Laurindo

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Há quatro anos no ar, a rede social Marcenaria Sustentável vem colhendo bons frutos. Criada pela consultora Simone Nascimento e seu filho de apenas 13 anos à época, Luiz Gaia, a rede – que hoje saiu apenas do ambiente virtual e tem promovido a capacitação de milhares de profissionais pelo Brasil –, já conta com quase 3650 membros (dados de 19 de novembro de 2014) e com o suporte técnico de uma empresa americana, tendo sido reconhecida pelo concurso Acelera, da Fiesp, como uma empresa start up – que gera valor para seus clientes de forma rápida, escalável e a baixo custo.

Divulgação Marcenaria Sustentável

Marcenaria Sustentável

Simone nascimento e seu filho, Luiz Gaia – fundadores da rede Marcenaria Sustentável

A seguir você confere uma entrevista exclusiva com a fundadora do projeto, que conta toda a história da Marcenaria Sustentável, que, em muito, se entrelaça a história da sua própria vida. Da batalha pessoal ao sucesso profissional, você confere tudo a seguir.

Leia mais:
– Madeira sustentável: qualidade por meio de valores intangíveis
– Marketing e comunicação: aposte nas redes sociais
 Ações diferenciadas em redes sociais trazem resultados

Portal eMobile – O que levou ao desenvolvimento da rede? Como tudo começou?
Simone Nascimento – A empresa tem apenas quatro anos, mas é resultado de minha trajetória de 20 anos no setor moveleiro, aliada à criatividade e garra do meu filho. Após esses quatro anos bem sucedidos e depois da empresa ser reconhecida pelo concurso Acelera, da Fiesp, como uma startup, sinto-me à vontade para revelar como a Marcenaria Sustentável foi criada. A rede nasceu no quarto do meu filho, Luiz Gaia, que tinha apenas 13 anos, a partir do meu desejo de criar uma rede social e de negócios para o setor moveleiro. No entanto, eu não tinha recurso financeiro para desenvolver e implantar a ferramenta e estava muito doente após um acidente – tive os ligamentos do pé rompidos e uma anemia profunda. Foi então que busquei ter fé, força e foco nos meus objetivos. Com apoio da minha família, recuperei a saúde e me surpreendi em saber que meu filho era um autodidata no ramo da computação. Foram vários dias, algumas madrugadas de trabalho ao lado do Luiz, tudo isso em meio a um tratamento doloroso para recuperar os movimentos e as forças. Hoje temos parceria com uma empresa americana que nos dá suporte na rede, além de patrocinadores de peso.

Quando você iniciou o projeto, quais eram suas pretensões? Como você imaginava que a Marcenaria Sustentável estaria após quatro anos? Está satisfeita com os resultados que vêm alcançando até o momento?
Simone – O protótipo foi lançado na ForMóbile, em 2010, com o patrocínio da Sayerlack e da Rehau e apoio do empresário Silvio Visnadi. Como toda startup, nossas pretensões sempre foram ter um ganho em escala, mas este ganho deveria ser para todos, portanto, para nós, para os marceneiros, para as revendas, para os fornecedores e para o planeta. Queríamos que, através de nossas capacitações e discussões na rede, o setor se profissionalizasse cada vez mais e aumentasse sua consciência como agente de transformação social e preservação ambiental – e que todos obtivessem lucros crescentes. Considerando tudo que fizemos para a cadeia, estamos satisfeitos com os resultados obtidos até aqui, mas queremos e podemos muito mais. Percebemos que as empresas que entram em nossa rede ou que participam de nossos eventos passam a ser melhores em um ou mais aspectos, sejam gerenciais, tecnológicos, sociais ou ambientais.

Além de estreitar as relações profissionais da área marceneira, quais são as outras maneiras de os marceneiros e demais profissionais tirarem vantagens de suas participações na rede social?
Simone – A rede é um espaço onde marcenarias, pequenas indústrias, revendas, fornecedores, profissionais das áreas do design, arquitetura e instituições de ensino do setor trocam experiências, transferem know-how e fazem negócios. Através das discussões no fórum e post no blog, os empresários marceneiros e de design expõem suas opiniões e dúvidas. Os fornecedores parceiros respondem e alimentam a rede com informações técnicas. Também temos contribuições espontâneas de educadores que participam das discussões e postam vídeos. Os profissionais também demandam interesse pelas novas tecnologias apresentadas, além de fazerem negócios entre si com compra de equipamentos novas e usados. Até mesmo profissionais já foram contratados pela rede Marcenaria Sustentável. Os membros também recebem e-mails marketing com avisos dos eventos gratuitos realizados conjuntamente com nossos parceiros e podem divulgar seus trabalhos através de fotos, compartilhando o que gostam em outras redes sociais que integramos a nossa plataforma.

Com quantos parceiros a Marcenaria Sustentável conta atualmente e qual o papel deles?
Simone – Achei muito legal esta pergunta, pois a valorização de quem acredita em nosso trabalho é essencial para sua perenidade. Atualmente, a rede conta com o patrocínio da Sayerlack, Rehau, Rometal, Promob, Formica, Pertech, SG Alumínios, Sudati e Usikraft,  também conta com a parceira do Senai-SP, Grupo São Paulo e Rede Green, se considerarmos nossos patrocinadores, além de todas as lojas destas redes de revendas e as escolas Senai. Se considerarmos somente as empresas com os quais nos relacionamos no ano de 2014, são 77 parceiros. Gerenciar as informações e compromissos assumidos com cada um destes parceiros é vibrante, requer foco e sistematização dos processos.

Além da rede social, a Marcenaria Sustentável também atua fora do ambiente virtual, por meio de palestras e demais ações ministradas por você. Você pode contar sobre essas atividades?
Simone – Estes treinamentos levam para os profissionais marceneiros conhecimento sobre diversos temas ligados à gestão de seu negócio e com a participação dos fornecedores também tiramos as dúvidas sobre aplicação dos produtos. Este quarto ano de existência da Marcenaria Sustentável está sendo um marco, pois participamos pela primeira vez com estande próprio na ForMóbile, onde nossos parceiros realizaram vários treinamentos. Na ocasião também realizamos a primeira turma presencial do curso Formação de Preço, ministrado por um especialista em finanças e que foi o primeiro curso pago pelos marceneiros, demonstrando a adesão e o interesse deles nessas capacitações.

Quais as pretensões para os próximos anos?
Simone – Queremos atrair novos patrocinadores para nossa Rede Social e de Negócios, que vem crescendo por conta das ações desenvolvidas. Atualmente, além do Luiz tenho uma equipe multidisciplinar que me auxilia no gerenciamento das informações e na execução dos cursos e treinamentos. Para 2015, o Luiz estará focado em nosso novo projeto, que são os cursos on line, que acreditamos trarão ganhos escalonáveis. Presencialmente, eu, equipe e parceiros, daremos sequência nos workshops e nos cursos de Formação de Preço para marcenarias, e iniciaremos a oferta do curso de Formação de Líderes e Equipes de Vendas para revendas. Por conta de meu know-how, ainda, fui procurada por empresas que querem aconselhamentos. Por isto, dependendo do perfil da empresa aceitarei dar consultoria em coaching.

Qual o principal conselho que você pode dar ao profissional marceneiro atualmente?
Simone – Para as empresas de médio e grande porte digo que o caminho é a inovação e retenção de talentos. Quero frisar que capacitação, conhecimento de novos produtos, novas tecnologias e saber respeitar as diferenças entre as pessoas é a trilha do sucesso. No início de nossa entrevista fiz questão de revelar um lado muito pessoal justamente para deixar a mensagem para todos os leitores, que não desistam dos seus sonhos, das suas ideias. Mas tenha atitudes positivas, olhe para seu próximo com amor, estude, que Deus estará contigo e vai te ajudar a vencer.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile