Entrevista: a importância do FSC para o setor moveleiro

Entidade fundada em 1993 define manejo florestal ambientalmente adequado para manutenção das florestas de todo mundo o que agrega benefícios para o setor moveleiro

Publicado em 21 de outubro de 2015 | 8:30 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Boas práticas de manejo florestal é uma das exigências que os fabricantes de painéis de madeira reconstituída têm de cumprir para ofertar ao setor moveleiro madeira certificada para a fabricação do mobiliário. E o Forest Stewardship Council (FSC), organização independente, não governamental, sem fins lucrativos, foi criado para promover o manejo florestal responsável ao redor do mundo.

O selo FSC reconhece a produção responsável de produtos florestais e, segundo a base de dados da entidade, o número de fornecedores de painéis de madeira certificados no Brasil é 117. Confira abaixo entrevista com a diretora executiva do FSC, Fabíola Zerbini, a importância do selo para o setor moveleiro, assim como atribuições de manejo florestal responsável e os benefícios para/com a sociedade.

Divulgação FSC

Madeira FSC

A madeira ou produto originado da madeira certificada FSC, gera benefícios em toda a cadeia produtiva

Portal eMobile – Quais são os procedimentos para os fabricantes de painéis executarem as práticas de manejo florestal? Há outras determinações que devem ser cumpridas dentro do padrão de sustentabilidade?
Fabíola Zerbini– A madeira certificada FSC vai além das exigências legais para também contemplar direitos sociais e respeito aos trabalhadores, povos indígenas e comunidades locais; o uso múltiplo dos serviços da floresta, sempre apoiado no tripé econômico, social e ambiental; a avaliação de impactos do plano de manejo; manutenção das áreas de alto valor de conservação; boa gestão, assegurando conservação das florestas, entre outros.

Há o conhecimento de indústrias que utilizam painéis de madeira ou madeira maciça provenientes de áreas sem certificação florestal? Quais são os problemas para o setor moveleiro e sociedade desta utilização?
Fabíola – Sim! Infelizmente ainda existem muitas indústrias no Brasil que não utilizam madeira certificada na sua produção. O risco de não olhar para a origem da madeira é de estar utilizando-a extraída de forma ilegal, proveniente de desmatamento. Quase metade da madeira nativa que fica no mercado nacional, por exemplo, é ilegal e a outra metade é pouco ou nada confiável, em função da ineficiência do sistema público de comando e controle. Daí a importância da certificação FSC, que é uma ferramenta de controle da produção florestal e tem por objetivo orientar decisões de compras.

A certificação internaliza custos sociais e ambientais que todo processo produtivo deveria computar, pois na medida em que não o fazem, devolvem à sociedade impactos e problemas, como exploração social e degradação ambiental, que serão pagos indiretamente por todos. Os consumidores estão cada vez mais conscientes, questionando e exigindo maiores explicações das empresas sobre a procedência de seus produtos e os critérios adotados na realização de seus serviços.

“Toda madeira certificada é legal, mas o contrário não é verdade – sendo a madeira certificada sempre mais rigorosa e abrangente no cumprimento de requisitos sociais e ambientais” Fabíola Zerbini

Apenas o selo FSC garante que a madeira seja proveniente de manejo florestal certificado e, assim, garanta um produto “verde” para os fabricantes de móveis?
Fabíola – No Brasil, além do sistema FSC, a certificação florestal Cerflor (Programa Brasileiro de Certificação Florestal) também é bastante disseminada. Criado em agosto de 2002, o Cerflor segue critérios e indicadores nacionais prescritos nas normas elaboradas pela ABNT e integradas ao Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade e ao Inmetro.

Qual o número de fabricantes de móveis certificados pelo FSC? Quais são os procedimentos que eles seguem para obter essa certificação?
Fabíola – Segundo a base de dados do FSC, 141 é o número atual de fornecedores de móveis certificados no Brasil.
A certificação de móveis envolve o manejo florestal da matéria-prima usada, e a certificação de cadeia de custódia que garante a rastreabilidade do material.

Floresta certificada: a madeira é retirada da floresta de acordo com técnicas de manejo florestal responsável, respeitando critérios sociais ambientais e econômicos;

Cadeia de custódia certificada: transportada até a fábrica, a madeira passa por diversas etapas de processamento até ser transformada em pranchas de madeira, tábuas, vigas, etc.

As etapas finais incluem, por exemplo, montagem, corte e acabamento. Para garantir que matéria-prima certificada não será misturada à matéria-prima não certificada, é preciso rastrear a matéria-prima durante todo o processo produtivo por meio de documentação e separação física de estoques. A madeira então se transforma em bancos, mesas, cadeiras e outros móveis certificados.

Leia mais: 
ForMar: segunda edição é sucesso entre marceneiros
Segmentação é aposta para se destacar no ecommerce
Confira nova edição da RG Móvel

Por que o selo do FSC é o primeiro grande passo para o setor moveleiro fabricar produtos verdes?
Fabíola – A certificação FSC contribui para o uso responsável dos recursos naturais, ajuda a conservar a capacidade de regeneração das florestas nativas, preserva a vida silvestre, estimula o bem estar e os direitos dos trabalhadores, comunidades locais e povos indígenas. Também é uma alternativa economicamente viável às práticas destrutivas e uma das principais ferramentas de combate ao desmatamento. A madeira ou produto originado da madeira certificada FSC, gera benefícios em toda a cadeia produtiva, garante acesso a mercados e consumidores cada vez mais exigentes e agrega valor para a empresa, consolidando a sua postura de responsabilidade socioambiental.

Divulgação FSC

FSC Madeira

Selo FSC garante procedência correta da madeira

O que a indústria de móveis deve fazer para saber a veracidade do selo?
Fabíola – Para saber se um produto é certificado, basta procurar pelo selo FSC. O site info.fsc.org funciona como um banco de dados online e global, que pode ser acessado por qualquer pessoa, tanto para garantir a veracidade de um selo, como para pesquisar produtos certificados. Essa busca pode ser feita pelo nome da empresa, pelo número de licença que aparece no selo, entre outros. Para isso, existe a cadeia de custódia (CoC, sigla em inglês), que garante a rastreabilidade desde a produção da matéria-prima que sai das florestas até chegar ao consumidor final.

E o que deve fazer caso ainda não trabalhe com produtos certificados?
Fabíola – Caso tenha interesse, mas ainda não trabalhe com produtos certificados, o próximo passo é se certificar e buscar fornecedores certificados. Entre em contato com o FSC Brasil pelo info@fsc.org.br ou pelo telefone 11 3884-4482.

De acordo com a definição do FSC, o manejo florestal responsável é aquele que segue os princípios que conciliam salvaguardas ecológicas, benefícios sociais e viabilidade econômica:

1- Obediência às Leis, Tratados, Convenções e Acordos ratificados pelo país e princípios do FSC
2 – Respeito aos Direitos dos Trabalhadores e seu bem-estar social e econômico
3 – Respeito aos Direitos dos Povos Indígenas e Tradicionais
4 – Relações com a Comunidade que contribuam para manter ou aumentar o bem-estar social e econômico local
5 – Uso múltiplo dos produtos e serviços da floresta, aliando sustentabilidade econômica com benefícios ambientais e sociais
6 – Cuidar dos Valores da floresta e Minimizar os Impactos Ambientais
7 – Plano de Manejo consistente com as políticas e objetivos da organização, e proporcional à escala, à intensidade e ao risco
8 – Monitoramento e Avaliação do plano de manejo e de seus impactos feitos de forma participativa, e proporcional à escala, à intensidade e ao risco das atividades
9 – Manter e/ ou melhorar as áreas de Alto Valor de Conservação na Unidade de Manejo 10 – Implementação das Atividades de Gestão de acordo com as políticas econômicas, ambientais e sociais e dos presentes Princípios e Critérios.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook