Custos industriais diminuem no 3º trimestre

Pesquisa realizada pela CNI aponta leve queda dos custos industriais no terceiro trimestre de 2014

Publicado em 9 de dezembro de 2014 | 9:08 |Por: Jorge Mariano

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação CNI

cni1

Gráfico mostra dados que influenciam na composição do custo industrial

Uma redução de 5,7% nos custos tributários puxou a queda de 1,2% nos custos industriais para o terceiro trimestre de 2014 em relação ao período anterior. Os dados são do Indicador de Custos Industriais, publicação da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) que avalia a evolução desses valores no País. De acordo com o estudo, o custo de produção se manteve praticamente estável e o com capital de giro subiu 1,6%.

Leia mais:
IPCA registra alta em novembro
Entenda a confiança do consumidor
Fabricantes de colchões participam de evento no Senai

Divulgação CNI

cni2

Poucos indicadores sofreram queda

Mesmo com a queda, em relação ao terceiro trimestre do ano passado existe alta de 1,7%. Segundo os indicadores, se comparados com o mesmo período do ano passado, apenas dois índices apresentaram baixa: custo de produção de importados, com queda de 2,1%, e custo tributário, com queda de 7,3%. Todos os outros (custo de produção, pessoa, bens intermediários, nacionais e capital de giro e energia) subiram com relação a 2013. A maior alta foi com energia elétrica, que acumulou 15,7% de aumento (ver gráfico).

A queda dos custos industriais ainda sugere algumas melhorias na indústria nacional, como a recuperação das margens de lucro (leve alta de 0,1%), ganho de competitividade dos manufaturados nacionais (1,4%) e ganho de competitividade externa da indústria brasileira devido a alta dos preços de manufaturados nos Estados Unidos (2%).

Confira o estudo completo aqui.

Divulgação CNI

cni3

Gráfico traz evolução do custo industrial desde 2007


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile