Congresso Nacional Moveleiro: finalistas da 3ª Oficina Moveleira

Na primeira fase, 55 projetos foram aprovados, agora, 10 competem. O grande vencedor será decidido durante o 7° Congresso Nacional Moveleiro

Publicado em 1 de setembro de 2016 | 9:34 |Por: Pedro Luiz de Almeida

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

BannerWide(MoveisTotal)_160x600Tendo como inspiração a célebre frase de Steve Jobs, “As pessoas não sabem o que querem até mostrarmos para elas”, os alunos da rede de ensino Sesi/PR, foram instigadas a projetar móveis vislumbrando o consumidor do futuro. Esse desafio, compõe à 3° Oficina Moveleira, que aconteceu dentro da Oficina de Aprendizagem “Entre Pregos e Cavacos”. O grande vencedor, será escolhido no dia 15 de setembro, em paralelo ao 7º Congresso Nacional Moveleiro.

Na fase inicial do projeto, todas as 55 escolas da rede paranaense do Sesi foram estimuladas a participar. No decorrer de suas atividades, os alunos discutiram a temática da indústria moveleira e desenvolveram, em equipes de dois integrantes, projetos de móveis que atendessem às temáticas propostas. Cada escola selecionou seu melhor projeto, e destes, 10 foram eleitos como finalistas.

Os projetos finalistas da Oficina Moveleira receberam orientações, adequações e foram prototipados. Caberá a dupla defender a ideia para os jurados durante a fase final, que acontece durante o Congresso Nacional Moveleiro, no Campus da Indústria do Sistema Fiep, em Curitiba (PR). O grande vencedor receberá uma viagem, junto com seu professor tutor, para uma feira da indústria moveleira. O destino ainda não foi definido, mas na última edição, a equipe teve a oportunidade de visitar o Salão de Gramado.

Segundo os organizadores, os principais objetivos da Oficina Moveleira são: Desenvolver o interesse dos alunos no setor industrial moveleiro, incentivar a produção e execução de projetos e Fomentar a criatividade e sua aplicabilidade nos estudos e na indústria. Para a escolha do projeto campeão, serão considerados como principais critérios, inovação, adequação ao público-alvo, atendimento à proposta do concurso, conceito e apresentação gráfica e documentação técnica.

Shutterstock

Oficina Moveleira

Na fase final da Oficina Entre Pregos e Cavacos, os alunos deverão argumentar para a comissão julgadora, composta por 11 jurados, o motivo do projeto atender aos requisitos do concurso

Conheça os 10 finalistas que estão concorrendo na 3ª Oficina Moveleira:

Cambé – Cradle Nanny
Berço que possui dispositivos únicos de segurança e comodidade. Desenvolvido para mães que tem uma rotina agitada, o Cradle Nanny conta com uma série de recursos que podem ser monitorados por smartphones.

Arapongas – Be younger
Móvel capaz de armazenar roupas, sapatos, acessórios e equipamentos eletrônicos em um só lugar. Direcionado ao público adolescente e jovem, o Be younger apresenta design arrojado e praticidade.

Marechal Cândido Rondon – Teen Bed Comfort
O móvel possui cama, mesa, armário, sapateira e nichos e conta com um revolucionário sistema de identificação de roupas que pode ser acessado por tablets. A proposta de otimizar tempo e espaço.

Londrina – Modern House
O móvel concentra escrivaninha, cama, guarda-roupa e painel para TV tudo em um só lugar, objetivo é gerar praticidade e agilidade no dia a dia.

Bandeirantes – On table
Mesa com compartimento retrátil. O móvel é ideal para acomodar pratos, talheres, copos em um único local.

Santo Antônio da Platina – Legomario
Composto por nichos ajustáveis interligados por imãs, o Legomario revestido exteriormente com madeira de bambu e tem seu interior é revestido de metal.

Ampere – Mobreleque
Móvel com design revolucionário e adaptável a qualquer ambiente. Planejado para que os pequenos possam fazer suas atividades, o Mobreleque também foi planejado para guardar brinquedos e conta com equipamentos de ponta como babá eletrônica, lousa e tablet.

Francisco Beltrão – Estante flexível
Durabilidade. Esse foi o conceito que norteou o projeto apresentado pela unidade Sesi Francisco Beltrão. O desafio em criar um produto barato com alta durabilidade – entre 10 e 12 anos – tornou-se possível com a Estante flexível que além de possuir excelente custo benefício, é feito com madeira reflorestada.

Assaí – Baú Multifuncional
O produto, que aparentemente parece ser apenas um sofá, pode ser utilizado como baú, objeto de decoração e ainda como uma bancada para fazer refeições ou usar computador.

Toledo – Built-in Table
O produto – inicialmente um rack – pode ser adaptado para uma mesa, o que também o torna ideal para refeições, trabalho, estudo e jogos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile