Berneck construirá fábrica em Lages (SC) com previsão de início para outubro

Início da terraplanagem onde será construída a unidade ainda depende de licenças do Governo de Santa Catarina

Publicado em 6 de setembro de 2018 | 16:43 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A construção de uma fábrica da Berneck em Lages – a terceira da fabricante de painéis de madeira que já conta com unidades em Curitibanos (SC) e em Araucária (PR) – continua avançando. Os trabalhos de terraplanagem do terreno onde a planta será instalada, nas proximidades da BR-116 em duas áreas localizadas na Fazenda Cruz de Malta, estão previstos para começar em outubro deste ano. O investimento da empresa gira em torno de R$ 800 milhões, com estimativa de gerar 600 empregos diretos em seus primeiros meses de atividade.

Questionado sobre os investimentos da Berneck em Lages, o setor de marketing da empresa respondeu que “todo projeto industrial requer muito estudo e é um processo de bastante detalhamento”, mas optou por não fornecer mais informações sobre a construção. Entretanto, notícias veiculadas periodicamente pela prefeitura da cidade apontam que a execução do empreendimento ainda depende da liberação de licenças que competem ao governo do Estado.

Coleção Origens foi destaque da Berneck na ForMóbile 2018

No começo de agosto, a previsão era de que a documentação fosse liberada em 90 dias, mas em uma reunião no dia 7 do mesmo mês entre o governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Adenilso Biasus, o prefeito de Lages, Antonio Ceron e o presidente da Berneck, Gilson Berneck, ficou acordado que todo o procedimento será feito em até 60 dias, dando agilidade ao processo.

Na ocasião, de acordo com a Prefeitura de Lages, Gilson Berneck detalhou para o prefeito que será realizada uma ampliação do projeto original, com a instalação de uma segunda unidade de produção da linha de madeira em MDF e expansão da serraria. “Já estão contratadas as empresas responsáveis que farão a topografia e sondagem do terreno para a construção do nosso parque fabril”, teria dito o empresário.

Gilson Berneck, Antonio Ceron e Eduardo Moreira em reunião para acertar detalhes da construção de uma fábrica da Berneck em Lages

Histórico do empreendimento da Berneck em Lages

As negociações para instalação da Berneck em Lages começaram em 2016, mas foi apenas em 6 de fevereiro de 2018 que o protocolo de intenções entre a empresa e o Governo de Santa Catarina foi assinado. Trata-se da continuidade do projeto de expansão da paineleira em território catarinense, que em 2010 colocou em funcionamento sua unidade em Curitibanos.

Entretanto, o empreendimento enfrentou obstáculos judiciais já em março, quando um recurso interrompeu o projeto de lei que tramitava na Câmara de Vereadores do município para cessão de dois terrenos onde a unidade será construída. Tratam-se de duas áreas localizadas na Fazenda Cruz de Malta, às margens da BR-116, uma que pertencia à família Schroeder e outra da Seara Alimentos Ltda.

Para a instalação da fábrica, a prefeitura teve que desapropriar os dois imóveis, mas a família proprietária de um destes terrenos questionou na Justiça o valor pago pela indenização. Depois de seis meses de negociações mediante processo judicial, com debate entre a Procuradoria Geral do Município (Progem) e a família Arruda Schroeder, o documento de imissão de posse foi expedido pela Vara da Fazenda de Lages, em favor da prefeitura e da empresa. A notícia foi divulgada oficialmente em 9 de julho.

Com a instalação da Berneck no município, a Prefeitura de Lages prevê faturar R$ 650 mil por mês de retorno de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) com a movimentação de aproximadamente R$ 50 milhões em mercadorias.


Os comentários estão desativados.

eMobile