Arauco adquire Masisa do Brasil por US$ 102,8 milhões

Empresa passa a controlar as plantas de Ponta Grossa (PR) e Montenegro (RS) em transação que deve ser finalizada no primeiro bimestre de 2018

Publicado em 11 de setembro de 2017 | 14:12 |Por: Érica da Costa Diniz

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O chilena Arauco comprou os ativos da Masisa do Brasil por US$ 102,8 milhões. A empresa que havia anunciado a saída do Brasil, México e Argentina, detinha as unidades produtivas de painéis de madeira de Ponta Grossa (PR) e Montenegro (RS). Em comunicado à Superintendencia de valores y Seguros (SVS) de Chile, a Arauco informa que vai assumir uma dívida de 44,7 milhões de dólares da Masisa do Brasil. Com isso, o valor final que caberá a Masisa é de aproximadamente 58,1 milhões de dólares.

A transação deve ser finalizada no primeiro bimestre de 2018, já que as condições estabelecidas no contrato dependem de autorização do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão responsável por aprovar casos de fusão e aquisição no Brasil, para garantir livre concorrência.

Divulgação Masisa

Masisa

Masisa continuará com as plantas industriais do Chile e da Venezuela.

A operação não incluiu a incorporação do caixa da Masisa do Brasil, estimado em 11,2 milhões de dólares. Esse montante será utilizado para reduzir outras dívidas da companhia, além da dívida local, conforme informou a Masisa em comunicado.

Entre as duas aquisições, a planta de Ponta Grossa (PR) tem uma linha de painéis de MDF com capacidade instalada de 300 mil m³ por ano, enquanto a unidade de Montenegro (RS) produz painéis de MDP, com capacidade instalada de 650 mil m³ por ano.

Juntos, as plantas industriais reúnem ainda quatro linhas de revestimento de melanina para impregnação dos painéis com capacidade total de 660 mil m³. Com isso, o grupo Arauco terá uma capacidade instalada de cerca de 10 milhões de m³ de painéis no mundo todo, tornando-se o segundo maior produtor mundial de painéis.

Greenplac inicia comercialização de painéis de madeira em 2018

As vendas dos ativos fazem parte do processo de desinvestimento da Masisa no Brasil e em outros países, o mesmo já ocorreu na Argentina, onde a empresa foi comprada pela Egger e um processo semelhante será realizado no México. Essa é mais uma das mudanças no mercado brasileiro de painéis de madeira.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook