ANI apresenta invenção para marcenaria

Inventor desenvolve “kit para furadeira manual para furos em ângulos” que visa facilitar o manuseio do equipamento por profissionais e amadores

Publicado em 17 de outubro de 2016 | 14:53 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação ANI

Invenção para furadeira

Projeção do kit para furadeira manual para furos em ângulo

Surge uma invenção, mesmo com o advento e a opção de diversas novas tecnologias para os processos da marcenaria, para uma das várias soluções manuais que auxiliam o trabalho do profissional. Até porque, executar trabalhos em madeira requer certa dose talento e muita destreza por parte do usuário. E foi pensando nisso que o profissional Antônio Ramos, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), desenvolveu a invenção “kit para furadeira manual para furos em ângulos” para facilitar o uso do equipamento por profissionais e adeptos do “faça você mesmo”.

Segundo Ramos, a inspiração para a criação do “kit para furadeira manual para furos em ângulos” surgiu devido à dificuldade em fazer furos retos e em ângulos na mão livre. Outro forte fator de motivação para a invenção foi o interesse em criar uma solução de baixo custo, que pudesse ser acessível a uma ampla parcela dos consumidores. “Nem todos podem adquirir um dos produtos similares que hoje temos no mercado devido ao seu preço, também não é vantajoso investir um bom dinheiro nesses produtos por eles serem voltado apenas para profissionais”, aponta.

Divulgaçaõ ANI

Invenção para furadeira

Projeção do kit para furadeira manual para furos em ângulo

A invenção do kit pode ser confeccionado em plástico e metal. O produto deverá ser embutido no corpo da furadeira, podendo ser removido quando necessário, e tem a base regulável para facilitar o uso. O público-alvo do produto são marceneiros, profissionais e amadores, bem como empresas que utilizem furadeira manual.

Leia mais
– Mobiliário para espaços desportivos
Feira Movelprint
Balanço da Abimaq

O inventor já registrou a invenção junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi) e atualmente busca investidores para produzir e comercializar sua invenção, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento. A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela Ani possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento.

(com informações da ANI)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile