Amazonas: ações sustentáveis que compensam

Segundo Amazonas, consciência ambiental nas empresas pode reduzir custos, aumentar rentabilidade e dar mais credibilidade às empresas

Publicado em 30 de novembro de 2016 | 8:00 |Por: Guilherme Stromberg Guinski

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Atitudes e práticas sustentáveis não devem ser realizadas apenas para certificações e ampliação de mercado. Isso é apenas a recompensa. A busca pela responsabilidade ambiental, acima de tudo, é uma obrigação de toda empresa, independente do impacto no seu ramo de atuação. Segundo dados do Sistema de Estimativa de Emissão de Gases de Efeito Estufa (Seeg) divulgados recentemente, o Brasil elevou em 3,5% a emissão de gases de efeito estufa em 2015, apesar da crise, que geralmente é associada a redução de emissões.

Segundo a Seeg, devido ao aumento na taxa de desmatamento na Amazônia foram lançados, no Brasil, 1,927 bilhão de toneladas CO2 equivalente para a atmosfera, contra 1,861 bilhão de toneladas no ano anterior. Tais números não são apenas negativos para a atmosfera, mas também impactam diretamente na imagem do país no exterior, reduzindo investimentos e aumentando os juros de crédito internacional.

Iniciativas Sustentáveis

Divulgação Amazonas

amazonas

Adesivo hot melt base água da Amazonas

Segundo a assessora de Assuntos Técnicos da Abiquim e coordenadora-executiva da Comissão de Gestão do Programa Atuação Responsável®, Yáskara Barrilli, nos últimos anos, a indústria química tem investido sistematicamente no desenvolvimento de produtos cujas matérias-primas sejam provenientes de fontes naturais e renováveis, impulsionada pela sociedade, que tem evoluído buscando uma maior responsabilidade ambiental de todos os atores envolvidos na fabricação dos produtos. “E aqui não falamos apenas das empresas fabricantes, mas também dos órgãos governamentais e do próprio indivíduo que na busca por produtos mais sustentáveis catalisa todo esse processo”, comenta.

Leia Mais
Congresso Moveleiro divulga resultados da sétima edição
Adecol mira exportação e apresenta crescimento
Cimol Móveis participa de mostra de móveis em Cuba

Uma iniciativa voluntária e de grande relevância para a indústria química foi a criação do programa Responsible Care®. Programa disseminado em mais de 60 países e gerenciado pelo International Council of Chemical Associations (ICCA), foi trazido para o Brasil pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), em 1992, tornando-se obrigatório para todas as suas associadas. O programa estabelece requisitos que devem ser implementados para garantir que as indústrias operem dentro de padrões voltados para a melhoria contínua de seu desempenho em saúde, segurança e meio ambiente. “A adoção do Programa Atuação Responsável® marcou o início de uma postura de pró-atividade, transparência e diálogo com as partes interessadas na indústria, com uma proposta de continuidade e responsabilidade, independentemente da existência de legislação. Sua continuidade representa o compromisso com a sustentabilidade do setor químico brasileiro”, afirma Barrilli.

Sustentabilidade na Prática

Divulgação Amazonas

amazonas

Rubens Castro – Gerente Comercial Adesivos região sudeste (Móveis) da Amazonas

De acordo com o gerente comercial de Adesivos da Amazonas, Rubens Castro, a empresa não apenas aplica praticas sustentáveis em sua produção como incentiva a conscientização de seus colaboradores. “Diversas iniciativas têm surgido com o objetivo de reduzir a poluição, através do uso consciente da matéria-prima, água e energia, o que gera além da redução de custos, menos desperdícios e melhoria no processo produtivo. A água utilizada nos processos industriais é reutilizada no mesmo ciclo de produção e jamais é descartada ao ambiente. Através de seu Comitê de Sustentabilidade, a empresa dissemina aos colaboradores a importância do uso consciente da água e preservação do meio ambiente”, explica.

Uma das ações do Grupo Amazonas foi o desenvolvimento de uma linha de adesivos isentos de Compostos Orgânicos Voláteis (VOC). Segundo Castro, as aplicações de adesivos isentos de solventes orgânicos, como a linha Base Água e Hot Melt’s, contribuem para a indústria moveleira obter uma produção verde, uma vez que o fator “sustentabilidade” está inserido na acessibilidade e manipulação dos produtos, pois possuem baixo teor tóxico fazendo com que exista uma melhor qualidade de vida para os envolvidos na aplicação.

“Com o desenvolvimento de diversos projetos e presente em vários segmentos, o Grupo Amazonas possui um amplo mix de produtos “ecologicamente corretos”. São aproximadamente 40 referências de Hot Melt’s e diversas outras que compõem a Linha Base Água, todas destinadas a vários setores da indústria de móveis, madeira e espuma. Ambas as linhas são isentas de emissão de voláteis à atmosfera”, conclui o gerente de vendas da Amazonas.


Os comentários estão desativados.

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook