Acimall divulga relatório da indústria italiana

Associação da indústria madeireira italiana divulga números de 2013; balanço foi negativo para o setor no país

Publicado em 23 de julho de 2014 | 12:59 |Por: Jorge Mariano

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação Acimall

Sede da Acimall em Assago, na província de Milão

Sede da Acimall em Assago, na província de Milão

A Associação Italiana de Máquinas e Ferramentas para a Indústria Madeireira (Acimall) divulgou seu relatório anual com dados do setor relativos a 2013. O documento fornece informações sobre a indústria de equipamentos para madeira aos parceiros nacionais e internacionais do mercado italiano, com números que mostram a situação industrial do país.

Leia mais:
– Confira como anda o comércio eletrônico no Brasil
– Veja os principais indicadores pontuais do setor
– Incentivos podem estimular inovação

De acordo com informações da Acimall, após uma rápida análise econômica sobre a Itália e as principais economias do planeta, o arquivo é finalizado com um panorama sobre a realidade italiana, levando em consideração detalhes do cenário internacional.

Os dados sobre importação e exportação são provenientes do Instituto Italiano de Estatísticas (Istat) enquanto os dados sobre produção industrial são baseados em estudos realizados pelos escritórios da associação.

Boa parte do relatório é dedicada aos negócios dos seis maiores exportadores mundiais de maquinário para trabalho em madeira: Alemanha, China, Taiwan, Áustria e Estados Unidos, além da Itália. Nesse caso, os dados são provenientes de arquivos das Nações Unidas.

O relatório mostra números da exportação da indústria de maquinário italiana. O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking, no entanto, sofreu uma queda de mais de 39 pontos percentuais em relação a 2012.

Divulgação Acimal

Tabela 1

Números mostram exportações para o continente americano

 

A China continua sendo o maior comprador da Ásia, apresentando um aumento de 40,4% em relação a 2012, quando consumiu cerca de € 40 milhões em equipamentos. No geral, os países asiáticos e da Oceania apresentaram mais variações negativas que os do continente americano.

Divulgação Acimal

Tabela 2

Exportações italianas para Ásia e Oceania

 

Quanto aos tipos de máquinas exportadas, houve variação de 3,8 pontos percentuais negativos, totalizando € 1,102 bilhão. No total, o ano de 2013 fechou com variação negativa de 2,1%, somando mais de € 1,5 bilhão.

Divulgação Acimal

Tabela 3

Acimal divulgou balanço de 2013

 

Confira o relatório completo aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile