Indústria brasileira já está com tudo pronto para participação no iSaloni

Ao todo 18 empresas irão participar da comitiva ao Salão do Móvel de Milão, sendo que quatro serão expositoras no evento

Publicado em 9 de abril de 2018 | 15:46 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A indústria moveleira nacional já está preparada para aportar no Salão do Móvel de Milão (iSaloni), que ocorre entre os dias 17 e 22 de abril, na capital mundial do design. Neste ano, a Associação Brasileira da Indústria de Mobiliário (Abimóvel) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), por meio do projeto Brazilian Furniture, reuniram um grupo de 18 empresas para observar e também apresentar as principais tendências na produção de mobiliário.

Design brasileiro marca presença no iSaloni

A diretora executiva da Abimóvel, Cândida Cervieri, informa ter estabelecido uma agenda de encontros entre as indústrias brasileiras e entidades ligadas ao segmento, tais como o Instituto Europeu de Design, o Consulado Brasileiro em Milão e um grupo de empresas expoentes do design internacional. “Nosso objetivo é promover o acesso da indústria às principais tendências de mercado e de relacionamento com compradores e jornalistas internacionais”, afirma a diretora.

Nosso objetivo é promover o acesso da indústria às principais tendências de mercado e de relacionamento com compradores e jornalistas internacionais

A entidade já conta com uma agenda pré-definida de encontros e atividades durante a semana do Salão do Móvel de Milão com o objetivo de internacionalizar a produção brasileira de móveis. Dentro da programação prevê-se visitas a estandes estratégicos (por exemplo, da Kartell e da Missoni, respectivamente marcas italianas de design de mobiliário e de tecidos), jantares e coquetéis de relacionamento com players do mercado internacional e jornalistas, além de visitas guiadas e workshops.

Marcenaria de alto padrão no Salão do Móvel de Milão

O presidente da Abimóvel, Daniel Lutz, informa que este ano o Brasil irá participar no Salão do Móvel de Milão com quatro empresas expositoras. São elas: Artefama, Lazzari Móveis, Herval Móveis e Tora Brasil. “As empresas lançarão suas coleções e conceitos, mostrando o que os brasileiros tem a oferecer de melhor ao mercado internacional”, destaca.

Em 2018, a aposta das empresas está voltada para móveis de alto padrão, produzidos em madeira nobre maciça, que preservam aspectos da marcenaria e do artesanato. Trata-se, segundo as empresas consultadas, de uma escolha natural para a feira de Milão, onde se concentram os mais sofisticados produtos em mobiliário do mundo com ênfase no design.

Divulgação Uultis

Wave é uma peça de inspiração vintage, com estrutura de madeira e cobertura de tecido

A Herval, que levará exclusivamente peças da marca Uultis, irá apresentar em seu estande de 50 m² mobílias de sala de jantar, cadeiras, mesas de centro, além estofados. Os produtos foram criados em madeira de teca, de cultivo nacional, partindo do princípio da marcenaria de alto padrão.

“A linha Uultis foi concebida há dois anos. Sabemos da magnitude do evento, que ocorre no berço do design mundial, e logicamente nós vamos com nossa linha premium, tendo em vista o público, que abrange lojistas e arquitetos muito influentes. Estamos mirando sobretudo a internacionalização da marca, visando mercados da Europa como um todo, em especial Reino Unido e Portugal, bem como players da América Latina”, afirma o coordenador comercial da Uultis, Rafael Vier.

– iSaloni publica primeiro “manifesto” em 57 anos

A catarinense Artefama também irá expor no Salão do Móvel de Milão produtos exclusivos da marca de alto padrão, a Moora, composta por uma linha de móveis autorais e assinados. A coleção consiste em 20 cadeiras, 15 poltronas, além de estofados e mesas. Será a quarta participação consecutiva da empresa no iSaloni. Para o superintendente comercial da Artefama e idealizador da Moora, Angelo Luiz Duvoisin, o diferencial está na aplicação das matérias-primas.

O princípio da Moora é oferecer para o mercado peças com cara de marcenaria, mas tudo feito industrialmente, em grande escala

“Trabalhamos na Moora com madeira maciça, torneada e esculpida, aplicando lâminas de carvalho e madeira tauari. Praticamente todos os produtos tem estofaria, sobretudo feita em couro. O princípio da Moora é trazer para o mercado peças com cara de marcenaria, mas tudo feito industrialmente, em grande escala. Por exemplo, se aparece um cliente e compra mil cadeiras, ficaria inviável para uma marcenaria, mas não para uma indústria do porte da Artefama”, detalha o superintendente comercial.

Entre outras empresas que integram a comitiva brasileira ao Salão do Móvel de Milão estão Colibri, Mempra, Takei, Nicioli, Molufam, Combinare, Belaflex, Albatroz, Caemunn e Cristais São Marcos.

Divulgação Moora

Poltrona Brera, da Moora: estrutura em madeira de tauari e aço com acabamento corten e revestimento em couro

Onde encontrar as expositoras brasileiras

Moora
Hall 06 / Estande F52

Uultis
Hall 14 / Stand F44

Tora Brasil
Hall 12 / Estande F26

Anna Scotta (marca da Lazzari Móveis)
Hall 10 / Estande F04


Os comentários estão desativados.

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook