Incêndio destrói pavilhão da Obispa Design em Bento Gonçalves

Chamas consumiram máquinas, insumos e uma área de aproximadamente 3,5 mil m² da fabricante de maçanetas, cabides e puxadores

Publicado em 25 de março de 2019 | 15:23 |Por: Luis Antônio Hangai

Um incêndio de grandes proporções atingiu na tarde deste domingo (24) a fábrica da Obispa Design, localizada no bairro Salgado/Distrito Industrial, em Bento Gonçalves (RS). A empresa metalúrgica, além de produzir maçanetas e cabides, é considerada também uma das principais fornecedoras de puxadores para as indústrias do polo moveleiro gaúcho, sendo reconhecida pelo design diferenciado de suas peças.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros do município, as chamas destruíram completamente o pavilhão da fábrica, se alastrando por uma área de aproximadamente 3,5 mil m2 (o edifício inteiro soma 5,5 mil m2). Foram preservados somente a área administrativa e o depósito da sede da empresa, situada na rua Joana Guindani Tonello.

A edição 289 da Revista Móbile Fornecedores tem uma reportagem completa sobre os riscos de incêndio e a necessidade de investimentos em prevenção dentro das indústrias moveleiras.

Para combater o incêndio na Obispa Design, foram deslocadas cinco viaturas e 25 bombeiros que utilizaram mais de 40 mil litros de água para extinguir o fogo. A ocorrência foi iniciada por volta das 14h30 e foi completamente encerrada apenas às 21h, mesmo após as chamas estarem sob controle desde o fim da tarde. Não houve registros de pessoas feridas.

Além da área industrial, o fogo, que teria iniciado no setor de galvanização das peças, destruiu máquinas e insumos. Ao incinerar produtos químicos, o incêndio produziu uma fumaça tóxica em função do cianeto vaporizado. Por conta deste agravante, a área teve que ser isolada.

Veja o vídeo produzido pelo Notícias de Bento do incêndio na Obispa Design

O Portal eMóbile entrou em contato com a Obispa Design, que optou por se manter em silêncio sobre o incêndio até que as causas sejam averiguadas. Profissionais do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Bento Gonçalves encontram-se nesta segunda-feira na empresa para fazer o relatório de danos, prejuízos e os motivos do incidente. A previsão é que o trabalho seja concluído ainda hoje.

A cidade de Bento Gonçalves teve um fim de semana marcado pela tragédia. Além do incêndio na metalúrgica no domingo, o empresário Frank Zietolie, CEO do Grupo Unicasa, faleceu em um acidente aéreo no sábado (23). O Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindimóveis), embora represente sindicalmente as empresas moveleiras do polo gaúcho, é uma entidade que trabalha pelo fortalecimento da cadeia em todos os seus elos – do fornecedor ao serviço de design, passando pelo fomento à indústria em si.

Segundo o presidente do Sindimóveis, Vinicius Benini, às vésperas da realização de mais uma Fimma Brasil (a ser realizada entre os dias 26 e 29 de março), o grande evento onde a indústria moveleira se reúne e encontra suas inovações para a temporada, é uma lástima para a cidade e para o setor o incêndio ocorrido na empresa Obispa Design, que integra o Projeto Orchestra Brasil, promovido pelo sindicato em parceria com a Apex-Brasil para o fomento das exportações de insumos para a indústria de moveis.

“A Obispa é uma empresa que tem design no nome e no cerne de sua operação, fornecendo acessórios e componentes com alto valor agregado, com clientes no Brasil e exterior. Neste momento de perdas materiais ainda incalculáveis para a Obispa Design, o Sindmóveis expressa sua solidariedade aos diretores e funcionários, fazendo votos de que, em breve, a empresa possa retomar sua produção”, diz Benini.

Incêndios são riscos constantes em empresas do setor moveleiro. Casos recentes indicam que a prevenção deste tipo de ocorrência deve ser um dos focos de atuação dentro das companhias. Em janeiro, Bento Gonçalves já havia registrado um incidente que destruiu fábricas de iluminações e de estofados. Em 2018 uma indústria de móveis de Birigui (SP) foi consumida pelo fogo e em 2017 foi a vez da Meneghetti Móveis, localizada em Sul Brasil (SC).

Faleceu Frank Zietolie

Falecimento precoce do empresário Frank Zietolie, CEO do Grupo Unicasa, foi em consequência de um acidente aéreo

Publicado em 24 de março de 2019 | 15:30 |Por: Cleide de Paula

O Portal eMóbile comunica, com profundo pesar, o falecimento do empresário Frank Zietolie, de 48 anos, presidente da Unicasa Indústria de Móveis S/A – grupo ao qual pertencem também as empresas Dellano Móveis e Telasul. Zietolie tinha 48 anos e deixa a esposa Renata e três filhas.

A vítima faleceu devido a um acidente aéreo ocorrido e 23 de março, por volta de 15h20, em Bento Gonçalves (RS).  Segundo a Rádio Guaíba, o avião monomotor caiu e bateu contra um prédio em construção, na Rua Alvi Azul, no Bairro São Vendelino.

Para o presidente do Sindmóveis, Vinicius Benini, trata-se de uma perda inestimável ao setor moveleiro nacional e, ainda mais, ao polo moveleiro de Bento Gonçalves. “É uma perda precoce e inestimável ao setor moveleiro nacional, de um empresário que contribuiu para a consolidação do modelo de negócios do segmento de móveis planejados – o que, sem dúvida, ajudou a colocar nosso polo na condição de principal do país”, afirma. “A entidade se solidariza com a família Zietolie e todos os colaboradores do Grupo Unicasa”, completa Vinicius Benini.

O Grupo Unicasa é um dos maiores geradores de emprego para a indústria local e, em sua história, sempre contribuiu para a articulação setorial com a presença de executivos nas diretorias do Sindmóveis. Atualmente, o grupo é representado na entidade pelo designer José Ferro, que ocupa o cargo de vice-diretor do Prêmio Salão Design.

Com mais de três décadas de atuação no segmento moveleiro, a Unicasa Móveis possui uma trajetória de sucesso consolidada com uma rede de revendas autorizados com um total de 700 lojas, expandiu seu portfólio para atender as diversidades do mercado de consumo.Hoje, as marcas Dell Anno, Favorita, New, Casa Brasileira e os canais corporativo e de exportação refletem as diferentes aspirações desse consumidor que tem o desejo de morar bem.

O grupo Unicasa Móveis é um dos maiores e mais modernos fabricantes de móveis planejados da América Latina. Localizada na cidade de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, possui um parque fabril com mais de 50 mil m² de área construída e produz mais de 180 mil módulos de móveis por mês.

A Unicasa é uma empresa aberta ao consumidor e ao mercado. Essa característica guia sua ação no presente e seus planos para o futuro. A abertura de capital em 2012, no segmento de Novo Mercado da BM&FBovespa, o mais alto e exigente nível de governança corporativa, comprovou seus princípios e sua capacidade de gestão. (com informações Pioneiro, Unicasa e Sindmóveis)

Dia Internacional das Florestas: FSC Brasil reforça importância da preservação ambiental

Organização independente reforça que as florestas são parte importante da solução para o desenvolvimento sustentável

Publicado em 21 de março de 2019 | 17:06 |Por: Larissa Bartoski de Sena

Hoje, 21 de março é comemorado o Dia Internacional das Florestas e o FSC (organização independente que promove o manejo florestal), faz questão de reforçar que floresta bem manejada significa desenvolvimento territorial responsável e geração de renda. Para muito além de produtos madeireiros, como móveis e papel, existe também uma infinidade de produtos não madeireiros, como açaí, erva-mate e castanha, além da imensurável riqueza dos serviços ecossistêmicos.

Em todo o mundo, quase 190 milhões de hectares de florestas possuem a certificação FSC. O Brasil ocupa o sétimo lugar no ranking mundial, com quase sete milhões de hectares. A maior parte desse total ainda é de plantações florestais, que reconhecidamente estão entre as mais sustentáveis do mundo. Mas o potencial para os biomas nativos, como a Amazônia e a Mata Atlântica, é enorme.

O Brasil é um país de vocação florestal que precisa encarar essa riqueza como parte importante da solução para demandas futuras de energia, alimentos, fibras e madeiras e, mais do que isso, parte do caminho a ser trilhado rumo a uma economia mais verde.

– FSC Brasil lança cursos online

“Segundo dados do Ministério do Meio Ambiente, estima-se que 69% da floresta tenha potencial produtivo. É preciso mudar a consciência corrente de se obter vantagens rápidas e entender que, acabar com o desmatamento depende de como fomentaremos a economia florestal”, diz a diretora executiva do FSC Brasil, Aline Tristão.

Os padrões do FSC são desenvolvidos por meio do diálogo com uma ampla gama de públicos estratégicos, incluindo povos indígenas, ambientalistas, empresas e sindicatos, para determinar os métodos de manejo de florestas nativas e de plantações florestais mais adequados para cada região. O FSC é o único sistema de certificação que incorpora, de forma igualitária, os interesses de grupos econômicos, ambientais e sociais.

Este ano a instituição comemora 25 anos de trabalho em prol das florestas, demonstrando que o manejo responsável é fundamental para conservá-las, para mitigar as mudanças climáticas e para preservar a flora e a fauna. O combate ao desmatamento é um trabalho que deve ser realizado de forma colaborativa, inclusive com o consumidor pressionando a cadeia por melhores práticas ao optar por produtos certificados, por isso é importante reforçar todas essas ideias no Dia Internacional das Florestas.

Divulgação

Dia Internacional das Árvores

Além de produtos madeireiros, existem também produtos como açaí, erva-mate e castanha – dia Internacional das Florestas

Para a diretora, contribuições de todos, o que inclui governos, empresas e sociedade civil, são imprescindíveis. É por isso que a estrutura FSC de governança, baseada nos princípios da democracia, participação e igualdade, e com decisões construídas com negociações, acordos e consensos, é um diferencial na busca pelo equilíbrio de diferentes visões e necessidades.

Além disso, o FSC também desempenha um importante papel na preservação de serviços ecossistêmicos como água limpa, solo fértil, armazenamento de carbono, conservação da biodiversidade e possui um novo procedimento para que os manejadores florestais certificados possam medir, verificar e comunicar seus impactos positivos.

As plantações florestais, por exemplo, quando bem manejadas, geram benefícios econômicos para os territórios onde estão, e impactos sociais e ambientais significativos. No caso do manejo de florestas nativas, existem informações confiáveis que mostram que áreas sob controle e monitoramento por processos de verificação e de melhoria contínua de gestão podem funcionar como barreira ao desmatamento.

“O nosso trabalho e principal desafio é mostrar que existem condições para que as florestas gerem cada vez mais dinheiro e opções de negócios, sem a necessidade de desmatar. É preciso parar de sacrificar as florestas por causa de benefícios a curto prazo”.

Ainda distante de sua “plena capacidade”, e diante de um cenário de crise econômica, o Setor Florestal Brasileiro tem experimentado forte expansão, de 3,4% em 2017. Tal resultado gerou e gera milhões de empregos diretos, indiretos e pelo chamado efeito-renda, e arrecada bilhões de reais em impostos para o setor público brasileiro. Mais de três milhões de brasileiros beneficiam-se direta e indiretamente das atividades florestais. Sendo assim, para o Dia Internacional das Florestas o FSC Brasil reforça a importância de desmistificar que o manejo florestal para produção é a mesma coisa que desmatamento.

dia Internacional das Florestas

As plantações florestais, por exemplo, quando bem manejadas, geram benefícios econômicos

(com informações de assessoria)

SCM realiza Open House para indústrias do setor moveleiro em São Paulo (SP)

Open House percorrerá os estados brasileiros, com demonstrações e soluções de inovação para as indústrias do setor moveleiro

Publicado em 20 de março de 2019 | 17:28 |Por: Larissa Bartoski de Sena

Após o evento na Itália que exibiu a fábrica inteligente e humana, a  SCM Tecmatic, fabricante de máquinas e equipamentos para a indústria de móveis, realiza em São Paulo (SP) entre hoje e amanhã (20 e 21 de março), das 16h às 20h. O Opsen House tem o objetivo de proporcionar experiências, novas perspectivas e inovação para as indústrias do setor moveleiro o evento itinerante é realizado pela italiana

Com o apoio da Grossl, empresa catarinense de soluções em abrasivos e adesivos, o evento irá percorrer todo Brasil com o objetivo de proporcionar ao público, demonstrações e amostras dos mais variados tipos de soluções, com alta tecnologia em acabamentos para a indústria moveleira, buscando gerar inovação para as indústrias do setor moveleiro.

Neste ano, a eventualidade terá duração de dois dias em cada localidade. Além do evento de hoje, o Open House percorrerá o restante dos estados, sempre com a finalidade de levar aos empreendedores, clientes e demais interessados no setor, as principais novidades e tecnologias para potencializar e auxiliar no avanço do mercado.

– Rodada de negócios integra empresários do ramo de móveis e madeira do Brasil e Argentina

A Grossl, parceira do evento, levará soluções em abrasivos e adesivos para o mercado moveleiro. Além disso, alinhada com as tendências mundiais de acabamento, a empresa apresentará ainda um trabalho de assessoramento, para auxiliar as indústrias do setor moveleiro a reduzir custos de produção por meio de melhorias em seus processos produtivos.

Entre os principais produtos comercializados pela Grossl estão abrasivos, adesivos, colas, selantes, discos de corte, desbaste e esponjas abrasivas, limas rotativas, aplicadores manuais de Hot Melt, suporte para lixadeiras, lixadeiras pneumáticas, entre outros acessórios e itens. Os artefatos estão divididos em diferentes grandes marcas distribuídas exclusivamente pela Grossl, são elas: Titebond, Franklin International, Ekamant, Starcke e Horse.

Ainda serão apresentadas soluções inovadoras da SCM em nesting para o mercado moveleiro, bem como soluções em corte, colagem de bordos, furação, usinagem e informações com especialistas sobre a chegada do mundo digital e das novas tecnologias nas máquinas e equipamentos do setor.

(com informações de assessoria)

Rodada de negócios integra empresários do ramo de móveis e madeira do Brasil e Argentina

Rodada de negócios demonstrou que existem grandes oportunidades de integração e complementariedade entre os dois territórios

Publicado em 19 de março de 2019 | 17:30 |Por: Larissa Bartoski de Sena

Uma rodada de negócios entre madeireiros de Misiones (Argentina) e moveleiros do Oeste catarinense, nessa semana, em Chapecó oportunizou estreitar parcerias futuras entre empresários dos dois Países. O evento foi organizado pelo Sindicato da Indústria Madeireira e Moveleira do Vale do Uruguai (Simovale) e ocorreu paralelo à Jornada Caminhos para a Integração Produtiva, realizada pela Secretaria de Agroindústria do Ministério de Produção e Trabalho da Presidência da República Argentina e contou com apoio do município de Chapecó e do Sebrae/SC.

A rodada de negócios ocorreu em dois momentos e possibilitou que os empresários dos dois países conversassem, trocassem cartões, material publicitário e apresentassem suas oportunidades que poderão resultar em parcerias futuras. O presidente do Simovale, Ilseo Rafaelienfatizou que toda iniciativa que se faz em busca de alternativas traz resultados.

“Essa rodada de negociações nasceu há um tempo durante conversas com o Sebrae e, como sabemos que a Argentina é uma grande produtora de madeiras de qualidade que utilizamos no setor moveleiro, resolvemos conhecer de perto”, destacou ao mencionar que o primeiro passo foi organizar uma missão técnica em Misiones (cidades de Eldorado e Monte Carlo) para conhecer as indústrias locais que ocorreu em fevereiro”

Divulgação

rodada de negócios sobre setor moveleiro e madeira

Presidente do Simovale, Ilseo Rafaeli (a direita), conversa com representantes da Argentina durante Rodada de Negócios

O presidente ainda afirmou que “este não é um bom momento para a economia de ambos os países, mas surgiram alternativas de negociação, além do entrosamento que revelou nossas necessidades e a capacidade que eles têm. Em algum momento essas negociações acontecerão. Além disso, esse trabalho integra ainda mais o nosso setor e mostra que estamos todos em prol de buscar alternativas para que possamos crescer e aproximar o setor produtivo do poder público”.

Para o  gerente regional oeste do Sebrae-SC,Enio Albérto Parmeggiani, a rodada de negócios sobre setor moveleiro e madeira demonstrou que existem grandes oportunidades de integração e complementariedade entre estes dois territórios, além do agronegócio, a integração beneficia toda cadeia de produção vegetal e florestal, com aproximação do setor madeireiro da Argentina com o setor moveleiro do oeste catarinense.

– Feliz Dia do Marceneiro ao profissional da madeira

“Não, que não tenhamos competência para produzir madeira, mas eles tem madeira certificada e podem deixar produtos ou componentes de móveis que podem ser feitos num processo de draubeck, possibilitando colocar os produtos no mundo inteiro. Podemos atuar em conjunto, ou seja, com o draubeck, trabalhamos com matérias-primas pré-fabricadas na Argentina com complementaridade brasileira para colocar em terceiros países com ganhos para toda a cadeia”.

O ministro da Agricultura de Misiones, José Luiz Garay, reconheceu a importante possibilidade de integração da produção florestal da Província de Misiones com produtos semi-terminados com o polo moveleiro que existe nesta região e a oportunidade de prover essa matéria-prima.

“Os resultados da integração sempre são bons em todos os processos, temos exemplos em nossa província de Misiones de muitos brasileiros que tem se estabelecido para produzir levando tecnologia e avanços já existentes para potencializar a produção”, finalizou o ministro.

(com informações de assessoria)

Maclinea destaca soluções para linhas de pintura de móveis

Indústrias moveleiras podem contar com soluções da Maclinea para linhas de pinturas de móveis

Publicado em 19 de março de 2019 | 15:05 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

A fabricante de máquinas para linhas de pintura de móveis, Maclinea, destaca soluções para as indústrias moveleiras. A principal máquina da Maclinea para linhas de pinturas de móveis é a calibradora lixadeira Mac3. O modelo lançado para o mercado moveleiro no ano passado é mais moderno e permite ter uma estrutura de até dez grupos operadores, algo inédito no portfólio de produtos da Maclinea.

Segundo o gerente comercial, Alberto Luparia, a solução da Maclinea para linhas de pinturas de móveis possibilita ter, além de grupos de rolos, patins e patins setorizados, grupos específicos para a realização de efeitos diferenciados na superfície da madeira.

O programador da máquina também tem conexão com internet, possibilitando assistência técnica remota, “sem necessidade da presença física de um técnico para verificar algum problema de ordem eletrônica ou software, otimizando o processo de manutenção”, destaca Luparia.

Impressão econômica

Com um novo conceito, a Maclinea tem soluções para linhas de pinturas de móveis que garantem uma impressão econômica. De acordo com Luparia, é indicado para as fábricas de móveis que buscam redução de custo com um processo de impressão de pintura por baixo relevo.

Osiris Lambert

Máquina da Maclinea para linhas de pintura de móveis

Luparia afirma que Maclinea tem desafio de ofertar otimização de processos, setups e consumo energético

“Nela, conseguimos um efeito de lâmina faqueada por meio de sistema de embossing com a aplicação de apenas três produtos. São apenas 20 g de massa, 30 g de tingidor base água, que é o produto mais econômico existente no mercado de pintura, e somente 8 g de verniz fosca UV, que permite efeitos bem interessantes com porosidade muito real, gerando poros em baixo relevo e dando um aspecto bem natural aos móveis”, explica o gerente comercial.

Conheça as tendências em tintas e vernizes da Farben

O túnel UV com transformador eletrônico também é uma máquina da Maclinea para linhas de pinturas de móveis que permite uma significativa economia de energia elétrica. “Seja pelo fato de ter um potenciômetro ou um sensor de presença ligado ao transformador, que baixa a potência da lâmpada para um consumo, em stand by, no máximo 3 kW. Então a economia chega a ter picos de até 55% de economia, como no mínimo 30%”, esclarece Luparia.

Impressão sincronizada

Outra máquina da Maclinea para linhas de pinturas de móveis é para impressão sincronizada a rolo. A troca de camisas dos rolos de pintura possibilita a indústria moveleira ter mais flexibilidade, com vários desenhos e fazer uma rápida substituição dos desenhos “para ter liberdade de composição e ofertar ao mercado mais padrões exclusivos”.

Luparia lembra que, no setor moveleiro, a briga por competitividade não se dá apenas na aquisição de matéria-prima. “Antigamente, pressionava-se os fornecedores. Mas não basta apenas ser bom negociador com os fornecedores, tem que ter excelência na parte fabril, na otimização de processos, na redução de mão de obra empregada, na redução dos setups das máquinas, na economia de energia elétrica. E esse é o nosso desafio, otimização de processos, setups, consumo energético e equipamentos”, salienta.

A importância do posicionamento das marcas nas redes sociais

Cândida Cervieri, da Abimóvel, em talk com Ornare e Conteúdo na Expo Revestir

Publicado em 14 de março de 2019 | 17:33 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

O estratégico tema que aborda “A importância do posicionamento das marcas nas redes sociais” reuniu um time de grandes mulheres e profissionais da comunicação e da indústria de móveis durante a Expo Revestir 2019.
Em um descontraído bate-papo em 13 de março, no Lounge da Conteúdo, a diretora-executiva da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel), Cândida Cervieri, a diretora da Ornare, Esther Schattan, e as design influencers Ale Gomes e Ana & Sabrina, abordaram o uso das mídias sociais com um enfoque estratégico pelas empresas.

“A comunicação é um aspecto fundamental. Trabalhamos, por exemplo, os atributos da indústria, a capacidade e tecnologia de suas plantas, o design, a mão de obra especializada, a sustentabilidade e as madeiras brasileiras para apresentar as empresas em Milão. Este ano já estamos levando sete marcas para expor no Salone del Mobile”, destacou Cândida Cervieri ao comentar a ação realizada em parceria com a Apex-Brasil, considerada um case dentro agência, por meio do Projeto Brazilian Furniture, voltado ao desenvolvimento das exportações da indústria brasileira de móveis.

Abimóvel realiza segunda edição do Projeto Comprador na Movelpar

Promovido pelo Brazilian Furniture, o Projeto Comprador na Movelpar trará 30 compradores da América ao Oriente Médio

Publicado em 14 de março de 2019 | 16:21 |Por: Larissa Bartoski de Sena

Com foco na geração de negócios para o setor de móveis brasileiro, tanto no mercado interno quanto no externo, o Projeto Comprador na Movelpar 2019 – será realizado entre 18 e 21 de março no Expoara Centro de Eventos, localizado em Arapongas (PR), no polo moveleiro do norte do Paraná.

Promovido pela Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), através do Projeto Brazilian Furniture, em parceria com a organização da feira e com apoio do Sindicato das Indústrias de Móveis de Arapongas (Sima), o Projeto Comprador na Movelpar irá proporcionar rodadas de negócios entre 30 compradores vindos de 11 países e 57 empresas vendedoras, associados ao Brazilian Furniture.

Vértice Comunicação

Projeto Comprador na Movelpar

Presidente da Abimóvel, Maristela Cusin Longhi

“A Movelpar é uma feira muito importante para a movimentação da economia brasileira como um todo, pois o setor de móveis é intensivo em mão de obra tanto na indústria quanto no varejo. É uma oportunidade de mostrar e reforçar no mundo a qualidade do móvel feito no Brasil e a qualificação da indústria do país para a exportação”, conta a presidente da Abimóvel, Maristela Cusin Longhi.

Os importadores internacionais presentes no Projeto Comprador na Movelpar são provenientes da Américas do Sul, Central e do Norte e também do Oriente Médio. Os países participantes são: Argentina, Colômbia, Chile, El Salvador, Panamá, México, Bahrein e Emirados Árabes.

“Este é o segundo Projeto Comprador que realizamos em 2019. No primeiro, em fevereiro durante a Abimad’27, em São Paulo (SP), projetamos a geração de mais de US$ 14 milhões em negócios em 12 meses, o que torna evidente a importância das ações desenvolvidas pelo Projeto Brazilian Furniture junto ao setor e a indústria de móveis”, assinala o gerente de estratégia de negócios na Apex-Brasil, Paulo Roberto Silva.

– Abimóvel cria estratégias de conformidade com diretrizes da ONU

A diretora-executiva da Abimóvel, Cândida Cervieri, acrescenta que o calendário de ações da entidade para o biênio 2019-2020 contempla mais de 45 ações programadas no âmbito do Projeto Brazilian Furniture. “O projeto vem crescendo ano a ano e, em decorrência, o atendimento à indústria brasileira de móveis, esse é o objetivo”, explica.

Projeto Brazilian Furniture

De acordo com o Brazilian Furniture, o Projeto Brazilian Furniture encerrou 2018 com o número recorde de 157 empresas apoiadas, sendo 88 delas exportadoras. Gerou resultados recordes também nas negociações, alcançando US$ 187 milhões em 2018, com crescimento de 47,5% em relação a 2017.

Em cinco anos, entre 2014 e 2018, calcula-se que o Projeto Brazilian Furniture tenha gerado mais de meio bilhão de dólares em negócios. Nesse intervalo, a média de crescimento anual das exportações de móveis do Projeto atingiu 4% ao ano – índice bastante acima da média mundial (negativa no período, em -3,2% ao ano) e da média do Brasil (0,3% ao ano).

Projeto Comprador na Movelpar 

Data: 18 a 21 de março
Local: Expoara Centro de Eventos – Arapongas (PR)
Rodadas de negócios: 19 e 20 de março (das 9h às 13 h)

(com informações de assessoria)

Arquitetos e designers analisam lançamentos da Tintas Farben

A Farben Tintas reuniu 90 profissionais em um workshop para mostrar as tintas para acabamentos especiais

Publicado em 14 de março de 2019 | 15:15 |Por: Larissa Bartoski de Sena

Cerca de 90 profissionais de arquitetura, design e da indústria moveleira regional tiveram uma amostra do que a Tintas Farben apresentará na Fimma 2019 que acontece em Bento Gonçalves (RS), na semana de 26 a 29 de março,  no workshop Farben Fashion Coatings. O evento aconteceu no Hotel Dall’Onder, em Bento Gonçalves, na última terça-feira (12).

“Funcionalidades, Design e Beleza” foram os temas que pautaram as apresentações do designer Emerson Borges, presidente do Comitê Brasileiro de Cores (CBC), a arquiteta e pesquisadora Elizabeth Wey, e do gerente técnico-comercial da Farben, Ilmar Broch. Na mostra Casa & Construção, realizada paralelamente ao workshop, os profissionais puderam conhecer detalhes de mais de 20 soluções da Tintas Farben para este segmento.

“A cor é integrante do produto e faz parte de uma série de decisões que se toma ao longo do processo”, abriu o designer Emerson Borges falando sobre a cor no design. “Os designers são mediadores, precisam observar o comportamento do consumidor e também as necessidades da indústria. A cor faz parte deste processo”, explica.

– Interprint realiza Design Week em São Paulo (SP)

Elizabeth Wey contou sobre os estudos feitos por 40 profissionais para definir as cores a cada ano. A partir das pesquisas, foram indicados os movimentos Geo Raízes, com referência na Geologia; Infinitum, definidas a partir da observação do espaço e das cores identificadas em esstrelas e nebulosas; Young-Yang, extraídas da análise antropológica do comportamento dos jovens e de seus movimentos.

A inspiração temporária Floralis, com cores extraídas da natureza, especialmente das flores. Elizabeth Wey antecipou que o Comitê Brasileiro de Cores está pesquisando os movimentos da Inteligência Artificial e como esta área impactará as cores.

Cleber Bonotto

Tintas Farben

“Funcionalidades, Design e Beleza” foram os temas que pautaram as apresentações

A presidente também apresentou algumas informações levantadas durante visita à Orgatec, feira realizada na Alemanha com foco em ambientes de trabalho. “O modo como se trabalha mudou e os ambientes corporativos precisam se adaptar a estes novos tempos. Em consequência, o mobiliário empresarial também passa por mudanças”, explica Elizabeth.

O gerente técnico-comercial da Tintas Farben, Ilmar Broch, divulgou como todas as pesquisas feitas pelo Comitê Brasileiro de Cores são aplicadas no desenvolvimento de produtos. Como um preview para a Fimma, Broch mostrou aos arquitetos e designers tintas para acabamentos especiais, como as tonalidades metálicas: ouro, aço inox, aço corten e cobre são os destaques. Além disso, entre as novidades também estão acabamentos cimentícios e tintas para pintura em PVC.

(com informações de assessoria)

Feiras internacionais: tendências em design para 2019

Revestimentos com conceito e história são tendências em design para 2019, madeirados e pedras também são destaques

Publicado em 14 de março de 2019 | 9:12 |Por: Larissa Bartoski de Sena

Personalização, conectividade, sustentabilidade, a busca por santuários, o novo luxo democrático. Muitas foram as leituras sobre os conceitos que permearam as tendências em design para 2019 exploradas nas primeiras grandes feiras internacionais do ano.

Com uma pegada mais comercial (e mais próxima ao mercado brasileiro) do que outros eventos europeus, as alemãs Heimtextil (Frankfurt), Domotex (Hannover) e Imm Cologne (Colônia) tradicionalmente abrem o calendário trazendo as novidades e  tendências em design para 2019. Materiais que deveremos ver na prática ao decorrer do ano quando o assunto são tecidos para o lar e hotelaria, revestimentos para pisos e paredes, e também móveis e decoração.

– Duratex aponta lançamentos de decoração para 2019

A Impress Group apurou um panorama sobre a interconexão de estilos e tendências em design para 2019 que permearam as feiras. Em comum, os eventos colocaram a “experiência humana” como fator central no processo de criação e desenvolvimento de produtos e projetos.

Não por menos, os materiais e revestimentos assumem papel ainda mais importante no design de interiores ao contar histórias, agora que, mais do que nunca, o ciclo de vida dos produtos realmente importa e promover sensações, considerando a busca por atmosferas que nos desliguem do caos urbano e nos reconectem com o que realmente vale a pena (seja a natureza, a arte, nossas raízes, a luxuosidade, uma boa memória etc.).

Madeirados

Elemento coringa para qualquer ambiente, a madeira continua popular como sempre. Os madeirados acinzentados e frios, porém, vão perdendo cada vez mais espaço para madeiras quentes, claras e naturais, especialmente as em tonalidade marrom com fundo avermelhado ou amarelado.

Divulgação

tendências em design para 2019

Padrão Fribourg Oak, explorando uma textura bem linheira e trazendo um color play plano, comum às madeiras naturais

Outro ponto de destaque é a madeira como “background” para outros materiais, naturais ou não. O conceito foi bastante aplicado nos projetos de cozinhas apresentados na LivingKitchen, exposição bienal que ocorre em paralelo à Imm. Outra opção em carvalho, o Grazil Oak, é um padrão ideal para quem busca por uma superfície com movimentos suaves e que possibilite a combinação com os mais variados tipos de materiais, tais como pedras e híbridos da temporada.

Pedras e híbridos

A utilização de pedras continua com tudo em 2019. Dessa vez, no entanto, com fundos mais claros, veios escuros em destaque e acabamento polido ou super matte. Para compensar o aspecto quente das madeiras e o impacto visual  veio das pedras,os híbridos emergem agora em versões mais cleans, com nuances de contrastes bem sutis

Divulgação

tendências em design para 2019

Padrão Samsara que ferece um desenho que remete tanto à pedra quanto a um unicolor

Se esses revestimentos híbridos perdem em informação visual este ano, em contrapartida, ganham cada vez mais espaço no mercado. Um padrão bastante popular é o Samsara, oferecendo um desenho que remete tanto à pedra quanto a um unicolor, possibilitando a projeção de planos inteiros com a superfície.

Efeito metálico e tons pastel,

O metal também apareceu em todos os ambientes, indo muito além dos detalhes e dominando as superfícies com cores e acabamentos sofisticados, e também conversando muito bem com as madeiras e as pedras claras. Dentro dessa linha, destaca-se o padrão Disc, remetendo ao aço ou ao alumínio escovado.

Divulgação

tendências em design para 2019

Combina muito bem com as madeiras e as pedras claras

Outra proposta, o padrão Argento traz um aspecto linear, com um pouco mais de color play, mas ainda de maneira suave. Acabamentos metálicos como chumbo, champagne, entre outros mais quentes também foram vistos nas feiras.

Em relação aos unicolores, os tons pastel foram as grandes estrelas desses eventos. Os tons terrosos também apareceram e deverão continuar sendo a aposta de muitos fabricantes de móveis.

Outra grande surpresa apresentada nas feiras quando o assunto são revestimentos para móveis foi a inspiração em cerâmicas e porcelanatos. Veludos e outros tecidos encorpados, fibras naturais, couro e vidro fecham a lista de materiais que despertam a curiosidade e trazem muitas referências atuais para o universo das superfícies decorativas para móveis e pisos.

(com informações de assessoria)


eMobile