Salone Satellite: designers apresentam produtos com temas da América Latina e África

América Latina e África é o tema do Salone Satellite de 2018

Evento que ocorre em paralelo com o iSaloni convoca jovens profissionais de até 35 anos a criarem produtos com características dos continentes do hemisfério sul

Publicado em 7 de Março de 2018 | 17:06 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Salone Satellite, que chega em 2018 à sua 21ª edição, é uma das principais referências mundiais no que diz respeito a design e arquitetura criadas por jovens profissionais. O evento, que ocorre em paralelo ao iSaloni (Salão do Móvel de Milão) entre os dias 17 e 22 de abril, tem como propósito apresentar ao mundo o que mentes criativas com menos de 35 anos estão produzindo em móveis, interiores e artes.

O tema deste ano é uma celebração ao design da América Latina e da África, que foi apelidado pela organização de “Design Emergente”. Serão ao todo 650 designers, espalhados em um espaço de 2,8 mil metros quadrados, que foram desafiados a apresentar produtos com características típicas destes continentes do hemisfério sul.

Na ala da América Latina, a curadoria ficou a cargo dos irmãos Humberto e Fernando Campana, brasileiros cujo trabalho é de grande repercussão no cenário internacional. Algumas obras icônicas da dupla são as poltronas Vermelha (1998), Favela (2003) e Corallo (2003), produzidas na Itália e que, recentemente, em 2017, estiveram em exposição no Museu Oscar Niemayer, em Curitiba (PR).

Já no setor da África, o curador é o designer franco-marroquino Hicham Lahlou, fundador do Africa Design Award & Days e profissional comprometido em promover a criatividade das futuras gerações africanas.

Divulgação Irmãos Campana

Poltrona Vermelha - Salone Satellite

Poltrona Vermelha produzida pela Edra 197, de autoria dos Irmãos Campana

Propostas do Salone Satellite para 2018

O objetivo do Salone Satellite é apontar as tendências do design: o que de inovador está sendo oferecido hoje e o que poderia estar disponível em breve, “sobretudo para lidar com emergências sociais e ambientais e promover novos modos de vida para o futuro”, segundo comunicado da organização do evento.

Jovens protagonistas do Salone Satellite de todo o mundo serão convidados a mostrar obras que explorem o cenário contemporâneo, com projetos posicionados entre as novas tecnologias e o artesanato. Uma exploração que busca cruzar experimentação, memória, natureza, especificidade da matéria-prima, antropomorfismo, reciclagem criativa e efeitos digitais, tudo com o propósito de surpreender e desencadear a reflexão nos participantes.

– Sayerlack lança lâminas assinadas pelos Irmãos Campana

Além da proposta africana e latina, o Salone Satellite deste ano também irá promover em 2018 o Ano Europeu do Patrimônio Cultural, que se destina a apoiar e incentivar os esforços de pessoas que trabalham no património cultural da Europa, com vista a sensibilizar para seu valor como um bem e um recurso para a economia do Velho Continente.

Neste ano também ocorre a 9ª edição do SaloneSatellite Award, prêmio conferido por um júri internacional de figuras proeminentes no mundo do design. Serão selecionados três dos produtos expostos pelos jovens designer, com vistas a facilitar a demanda e a oferta entre empresários do ramo de mobiliário e arquitetura e designers.

Divulgação iSaloni

Salone Satellite

Edição de 2017 do Salone Satellite, evento que reúne obras de jovens designer com até 35 anos


Os comentários estão desativados.

eMobile