Monica Cintra traz a tendência Slow-Design em suas peças

Com o objetivo de reduzir o impacto ambiental no processo de manufatura, a designer paulista alia o conceito em suas peças de mobiliário

Publicado em 11 de junho de 2018 | 15:26 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Como forma de balancear a nova rotina que os anos modernos trouxeram, alguns movimentos como o “slow” chegaram como tendência no mercado para valorizar o bem-estar dos indivíduos, da sociedade e do meio ambiente, fazendo com que o design não fique ultrapassado. Pensando nisso, e com o objetivo de reduzir o impacto ambiental no processo de manufatura, a designer Monica Cintra apresenta em suas peças a tendência Slow-Design, que alia todos os conceitos ambientais.

Há mais de 20 anos aproveitando árvores descartadas pela própria natureza e madeiras desprezadas pelo homem, a designer paulista utiliza o artifício do Slow-Design, entre outros que valorizam o meio ambiente, para dar um ar mais autêntico e natural para suas obras. O movimento utilizado pela profissional tem conquistado cada vez mais espaço com a concepção de uma abordagem mais sustentável da matéria-prima e dos fatores sociais.

Divulgação Monica Cintra

Monica Cintra

Mesa Guajuvira, da designer Monica Cintra

Entre os produtos frutos do trabalho que seguem a tendência do slow de Monica Cintra, está a Champanheira em Madeira Maciça. O móvel é esculpido em madeira maciça Muiracatiara despigmentada, que é proveniente de uma árvore que estava com alguma anomalia e foi retirada devido a isso. Esse processo evita que o problema se espalhe por todo o tronco, eliminando a necessidade da derrubada e seus resíduos transformados em uma peça de decoração.

Outra novidade é a Mesa Guajuvira, e como o próprio nome já diz, a mesa é feita com a madeira Guajuvira. O material consiste em uma madeira escura, pesada e densa, que garante maior durabilidade do produto. Além disso, é resistente às condições climáticas que prejudicam a vida útil dos materiais, podendo ficar expostas ao tempo.

– Novos padrões de painéis Duratex se destacam na Casa Cor São Paulo

Por fim, a designer paulista apresenta o Banco Gamboa, um móvel que apresenta a natureza como a idealizadora da utilização correta da peça. O tronco que deu origem ao banco Gamboa encantou a designer pelo desenho, a figura de duas metades que se completavam e pelo bico que formava, idealizando assim todo o desenho do mobiliário de sua peça que segue a tendência slow.

Divulgação Monica Cintra

Monica Cintra

Banco Gamboa, da designer Monica Cintra

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile