Versatilidade do mobiliário solto permite inúmeras possibilidades

Mobiliário solto oferece facilidade na questão da adaptação, permitindo opções variadas de composição de ambientes e decoração

Publicado em 7 de julho de 2017 | 16:43 |Por: Gabriel Belo

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O mobiliário solto na composição de espaços permite alternativas variadas. A realocação e reinvenção dentro de um ambiente é algo que atrai profissionais de arquitetura, design de interiores e clientes finais, que levam a questão em conta ao optar por um novo produto. Visto que, entre tantos fatores, a criatividade será incentivada, com diversas opções de decoração.

“Os móveis soltos são peças decorativas e funcionais. Seus acabamentos possibilitam fácil movimentação na hora de compor ou reorganizar ambientes, trazendo em seus detalhes toques de personalidade”, detalha a empresária da M. Decor, Lilian Flores Lima.

A arquiteta Caroline Andrusko explica que mobiliário solto garante flexibilidade para os ambientes. “Apesar de um projeto ser composto por inúmeros detalhes de marcenaria, revestimentos e iluminação, por exemplo, um mobiliário solto bem adotado, sempre traz identidade à composição – as possibilidades são infinitas e a criação não precisa ser limitada. Além disso, é possível ornar móveis de diferentes estilos nas ambientações: a identidade de cada móvel, em contraste com os demais, traz ainda mais riqueza de detalhes e particularidades para cada projeto”, argumenta Caroline.

Marcelo Stammer

mobiliário solto

Projeto composto pela arquiteta Caroline Andrusko

Lilian conta que o país está ganhando força em termos de produção de móveis soltos para o exterior. “Há algum tempo tínhamos uma influência muito grande dos designers de produtos de outros países, mas hoje o Brasil está em destaque e sendo muito bem representados nas maiores feiras de design mundo a fora, com nomes como Bruno Faucz e Ronald Sasson, que levam em seus móveis nossas raízes e características, em que a maior matéria-prima é a madeira”, revela.

A fuga do comum é um aspecto interessante ao tratar dessa forma de composição de ambiente. “O mobiliário solto, além de ser tão importante quanto o mobiliário planejado, se destaca pela sua particularidade. E a composição entre os dois é imprescindível para a resolução de um excelente projeto, onde o que foi planejado e o que foi adquirido se correlacionam e fazem parte de uma só composição”, pontua Caroline Andrusko.

– Móveis soltos valorizam décor

Algumas dicas, exemplificadas, foram trazidas. “O tecido de uma poltrona com medalhões, por exemplo, pode trazer um toque clássico de acordo com o projeto ou então os revestimentos em mesas (laterais e centro) espelhados ou em inox que podem garantir um estilo moderno”, finaliza a empresária Lilian;


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook