Escritórios minimalistas propõem simplicidade e refúgio da rotina

Sensação de acolhimento, valorização do prático e funcional e número reduzido de móveis são elementos básicos dos escritórios minimalistas

Publicado em 14 de maio de 2018 | 16:34 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Transformações sociais e econômicas das últimas décadas, acompanhadas do crescimento populacional nos centros urbanos e do aumento do tempo dedicado à profissionalização e estudos, definiram novos ritmos e estilos de vida. No ambiente de trabalho, o reflexo dessa realidade se mostra nos escritórios minimalistas.

Designers de móveis e de interiores costumam ver no minimalismo uma resposta prática e funcional a esse contexto marcado por espaços reduzidos, coabitação, alta mobilidade, dinamismo, home office, dentre outros fatores que valorizam a eliminação do supérfluo e a exploração da simplicidade em poucos (embora sofisticados) itens e peças de mobiliário.

A grosso modo, a mobília dos escritórios minimalistas não ultrapassa a linha do necessário: uma superfície plana, um assento e talvez uma luminária, estante ou gaveteiro sejam suficientes. Segundo a designer de interiores Mariana Moura, profissional do Estúdio Ventana em São Paulo, o desafio está em harmonizar tão poucos elementos sem comprometer a elegância ou o pragmatismo do estilo.

Em um ambiente de trabalho esse estilo se aplica na escolha de itens fundamentais. O estilo diz mais sobre a harmonia e a quantidade de elementos em um espaço do que regras específicas de decoração

“O ambiente minimalista é cheio de elegância e personalidade, longe de ser desinteressante ou entediante. Vemos em espaços minimalistas o predomínio de linhas retas e traçados geométricos ao invés de formas orgânicas. Em um ambiente de trabalho esse estilo se aplica na escolha de itens fundamentais. Simplicidade no mobiliário e na rotina devem ser considerados no desenvolvimento de um projeto que segue essa linha. O estilo diz mais sobre a harmonia e a quantidade de elementos em um espaço do que regras específicas de decoração”, diz a designer.

 

Divulgação Saccaro

Móveis para escritórios minimalistas

Escrivaninha Lavoro, da Saccaro, com linhas retas, superfície com lâmina metálica e com foco na funcionalidade

Não é possível afirmar categoricamente se o minimalismo é uma tendência passageira ou se irá se estabelecer como um estilo de referência no mercado, com capacidade de renovar e inovar a si própria. Mariana, por sua vez, acredita que a estética minimalista continuará sendo um “refúgio” para a acelerada cultura em nos encontramos.

“É uma tendência não só para a decoração, mas para o design, arquitetura e até lifestyle. Devido ao excesso de informação e rotina caótica que a maioria das pessoas vive hoje, creio que esse estilo vem como uma forma de respiro ao nosso dia a dia. A busca pela simplicidade é algo que se torna fundamental à nossa existência e no anseio de ter uma vida mais leve. Essa tendência na minha opinião veio para ficar e transforma nossa relação com o espaço que convivemos”, comenta a designer.

Mercado moveleiro aposta em peças para escritórios minimalistas

Seja duradouro ou passageiro, o minimalismo é sem dúvida um conceito muito empregado pelas empresas do setor moveleiro na fabricação de seus produtos, desde o fornecimento de painéis de madeira e suas cores até a mobília em si.

Estante Aresta subtrai todas as superfícies laterais e horizontais, preservando apenas as linhas que evidenciam a peça

Entre as paineleiras, a Duratex, por exemplo, lançou no começo deste ano a “Coleção Viva!”, com novas cores para os seus painéis de MDF e MDP da linha “Essencial”. Uma delas, a ‘Azul Secreto”, foi inspirada no minimalismo. De acordo com a empresa, trata-se de uma proposta para “atrair aqueles que apreciam espaços compactos e desejam transformar a casa num oásis de tranquilidade”. A Duratex lançou o padrão de azul com tom intenso com a proposta de oferecer acolhimento e transformar o ambiente em um convite para o bem-estar.

Novo minimalismo propõe uso de cores na decoração

No ramo das fabricantes de móveis, a Saccaro, reconhecida pela criação de itens com design autoral e diferenciado, lançou sua “Coleção Indoor 2018” que contém peças bem ajustadas ao conceito dos escritórios minimalistas. Uma das novidades é a escrivaninha Lavoro – com uma fina fita de metal encaixada no tampo, o produto prima pelos pequenos nichos para organização de objetos e facilidades com cabos, fios e tomadas de energia.

Já a estante Aresta, com a ideia minimalista de evitar todo e qualquer excesso, propõe a subtração das superfícies laterais e horizontais, preservando apenas as linhas que evidenciam a peça. “Muito versátil, pode ser utilizada em diversos ambientes com soluções perfeitas para a organização de qualquer cômodo e está disponível nas versões com portas e gavetas”, de acordo com o marketing da empresa.


2 respostas para “Escritórios minimalistas propõem simplicidade e refúgio da rotina”

  1. Elisa Prado disse:

    Parabéns pelo artigo!
    Eu simplesmente amei todas as ideias e inspirações!
    Acho que o uso da madeira combinado com outros materiais, principalmente metais, dão aos ambientes um visual moderno, elegante e super equilibrado.
    Adoro também a possibilidade de criar desde ambientes super clean e sofisticados a ambientes mais rústicos e aconchegantes (que, por falar nisso, são bem o meu estilo, ainda mais quando combinados com um toque meio industrial).
    Aliás, queria aproveitar o espaço para parabenizar também pelos conteúdos da página!

  2. Olá Elisa, fico feliz que tenha gostado dos conteúdos da página – também sou afeito do mesmo estilo que você citou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile