Parceria com designers brasileiros renomados valoriza madeira da FSC Brasil

União reforça a qualidade da madeira nativa certificada pela FSC, aliando o design com a responsabilidade socioambiental.

Publicado em 30 de maio de 2018 | 17:29 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Construir a ponte do coração da floresta amazônica direto para os maiores consumidores do país é o objetivo do projeto “Design & Madeira Sustentável“. Desenvolvido pela BVRio em parceria com a Cooperativa Mista da Floresta Nacional do Tapajós (Coomflona), no Pará, a união também conta com o FSC Brasil e designers brasileiros renomados como Carlos Mota e Leonardo Lattavo. A ideia central da ação é de fomentar o uso e o consumo da madeira nativa certificada pelo FSC, por meio do conhecimento.

Os designers brasileiros renomados conheceram pessoalmente a cooperativa, aprendendo mais sobre o manejo responsável e as diversas espécies de madeira da região. Já os cooperados participaram de workshops para aprimorar suas técnicas de produção de móveis e objetos de decoração. Do primeiro workshop, ministrado por Carlos Motta, nasceu a marca Attom, específica para os móveis produzidos na Coomflona. Já são 280 bancos produzidos pelos comunitários.

“A madeira é uma matéria prima que vamos usar para sempre, mas ela precisa ser bem manejada. Foi um prazer enorme poder trabalhar com a comunidade lá em Tapajós, porque juntou um grupo muito interessante, disposto a fazer as coisas do bem”, comenta o designer Carlos Motta.

Desse encontro, os troféus simbólicos de time campeão da final da Copa Verde, e de melhor jogador em campo, são projetos desenvolvidos pelos profissionais. O primeiro foi feito por Motta e o segundo, por Leonardo Lattavo. Ambos foram desenvolvidos com madeira nativa e produzidos pelo comunitários da Coomflona.

Segundo a diretora executiva do FSC Brasil, Aline Tristão Bernardes, parcerias como essa são fundamentais para valorizar a madeira nativa, mostrando assim que o manejo florestal responsável é uma ferramenta de desenvolvimento sustentável e agregar valor ao trabalho dos pequenos produtores e comunitários. “Esperamos que, dessa forma, a gente mostre que dá, sim, para fazer uso responsável das florestas tropicais”, comenta.

– Lacas da Sayerlack compõe a Casa Menir na Casa Cor SP 2018

Além de Motta e Lattavo, já confirmaram a participação no projeto Design & Madeira Sustentável os designers brasileiros renomados Zanini de Zanine, Fernando Mendes, Oficina Ethos, Claudia Moreira Salles, Guido Fenocchi Guedes e Paulo Alves. A iniciativa conta com apoio financeiro da Climate and Land Use Alliance (CLUA) e da Good Energies Foundation.

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile