iSaloni começa nesta terça-feira homenageando a capital do design

Salão do Móvel de Milão segue até domingo (22) com perspectiva de atrair mais de 300 mil visitantes

Publicado em 16 de abril de 2018 | 14:28 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Salão do Móvel de Milão, que começa nesta terça-feira (17) e segue até domingo (22), chega à 57ª edição envolto em ares de renovação e com a proposta de aprofundar a já bem estabelecida relação com a cidade sede. Como a organização do evento apontou neste ano de 2018 no primeiro manifesto publicado em toda a sua história, a ideia é desenvolver o iSaloni não apenas como uma grande feira de negócios, mas uma experiência global de criatividade e um panorama sobre tendências e inovação em mobiliário, visando fazer dessas características os principais atrativos da capital mundial do design.

“É por isso que o Salone continua evoluindo e consolidando suas ligações com Milão. O primeiro manifesto é um compromisso de continuar a se esforçar para fazer o melhor e é um convite para Milão, a cidade no centro de tudo, onde tudo começou, para manter sua rede, para continuar crescendo e construindo o poder do Salone e consolidar o papel da cidade como ‘o lugar para se estar’ entre as marcas líderes, seus projetos e seus recursos humanos e financeiros”, enfatizou o presidente do Salão do Móvel, Claudio Luti.

– Rio+Design comemora dez participações na iSaloni

Desde 1961, quando foi realizada a primeira edição do Salão do Móvel, as conexões entre a feira e a cidade italiana maturaram a ponto de se tornarem praticamente indivisíveis. O prefeito de Milão, Giuseppe Sala, chegou a dizer que o evento “é uma marca milanesa distinta. Muito mais do que apenas uma exposição de móveis, o Salone é um evento internacional, um laboratório de experimentação e pesquisa, um ponto de encontro e uma vitrine para novos negócios – uma nomeação imperdível para designers e arquitetos que apresentam, estudam e definem tendências todos os anos, com um foco crescente na sustentabilidade. Em outras palavras, o Salone é a melhor expressão do espírito de iniciativa, jovem, concreto e visionário de Milão”.

Divulgação iSaloni

Salão do Móvel de Milão em 2018 reunirá mais de 2 mil expositores, com expectativa de atrair cerca de 300 mil visitantes

Mais de 2 mil marcas irão expor no Salão do Móvel de Milão

Para a edição deste ano já estão preparadas mais de duas mil marcas expositoras, sendo que 22% delas são internacionais, em um espaço de aproximadamente 200 mil metros quadrados no tradicional centro de exposições Rho Pero, com visitação estimada em torno de 300 mil pessoas. O horário de funcionamento é das 9h30 às 18h30 (horário local).

Além do próprio Salão do Móvel de Milão, outros eventos ocorrerão em paralelo à feira de design, como as bianuais EuroCucina e a International Bathroom Exhibition, exposições de mobiliário e ambientes de cozinha e banheiros, respectivamente. Haverá também o Salone Satellite, cuja proposta é apresentar ao mundo o que jovens de até 35 anos estão apresentando em termos de inovação de mobiliário.

O tema do Salone Satellite deste ano é o design da América Latina e da África, ou como o também chamado “design emergente”. Os brasileiros Humberto e Fernando Campana ficaram encarregados da curadoria dos móveis latino-americanos, enquanto que os produtos africanos ficaram sobre a tutela do franco-marroquino Hicham Lahlou.

Divulgação Uultis

Expositoras brasileiras irão apresentar produtos com aspecto artesanais feitos em madeira maciça

O Brasil em Milão

O Brasil estará presente no Salão do Móvel de Milão não apenas com visitantes e parte do tema do Salone Satellite, mas também com empresas expositoras. As marcas de alto padrão da Artefama, Lazzari Móveis e Herval Móveis (respectivamente Moora, Anna Scotta e Uultis), além da Tora Brasil, irão apresentar peças com aspecto artesanal, produzidas em madeira nobre e maciça, com o intuito de colocar o melhor do mobiliário e matéria-prima brasileira na vitrine internacional de Milão.

Além disso, a Associação Brasileira da Indústria de Mobiliário (Abimóvel) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), por meio do projeto Brazilian Furniture, montaram uma comitiva de 18 empresas do setor moveleiro nacional para prestigiar o evento.

A mostra Be Brasil, composta por 65 profissionais e empresas, será realizada durante a Semana de Design de Milão, que ocorre simultaneamente ao Salão do Móvel. A exposição se destaca no tema sustentabilidade e na apresentação de produtos criados a partir da heterogeneidade de matérias-primas. Organizada pela Apex-Brasil, a mostra neste ano irá homenagear nomes como Jorge Zalszupin, Lina Bo Bardi e Oscar Niemeyer, além de apresentar projetos criativos com enfoque em cadeiras e mesas.


Os comentários estão desativados.

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook