Casa Cor Paraná 2017 traz infinidade de ambientes e conceitos inovadores

A Casa Cor Paraná 2017, que teve início no dia 4 de junho, é uma grande vitrine para profissionais de arquitetura, urbanismo, design e outros

Publicado em 5 de junho de 2017 | 15:22 |Por: Gabriel Belo

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A 24ª edição da Casa Cor Paraná 2017 traz, desde ontem (04 de junho), no Jockey Club Paraná, importantes nomes da arquitetura e design, que apresentam suas novidades e tendências através de ambientações. Presente em 20 praças nacionais e mais de seis internacionais, em Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Miami, o evento já reconhecido como um dos principais do ramo nas Américas. A edição no Paraná estará disponível para visitação até o dia 16 de julho.

O espaço ocupa o antigo e histórico prédio da administração do Jockey Club Paraná, no bairro do Tarumã, abrigando 40 ambientes. Os projetos mesclam aplicações tradicionais e modernas, repletas de novidades e contendo muita tecnologia aliada às tendências de mercado.

Divulgação

Casa Cor Paraná 2017

Living Principal da Casa Cor Paraná 2017, das arquitetas e urbanistas Ana Claudia Marini e Camila Martinez

O estilo contemporâneo veio através de inspiração das arquitetas e urbanistas Ana Claudia Marini e Camila Martinez, que compuseram o Living Principal da Casa Cor 2017. A ideia une, com leveza, as linhas que estão presentes em um cenário formado por texturas naturais e mobiliário atual da Ton Sur Ton.

O “toque principal” fica por conta da iluminação pontual e de um painel composto de plantas naturais, que torna o ambiente mais agradável. O diferencial do living é a iniciativa de levar o jardim para dentro, usando para isso materiais que remetem à natureza.

Sofisticação e praticidade são as apostas da arquiteta Viviane Loyola na integração da Sala de Estar e Jantar. O objetivo central do projeto é facilitar o uso deste ambiente no dia a dia, tornando estes espaços funcionais, atraentes e confortáveis. Destaque para o lustre de cristal que transmite elegância e originalidade e para o painel da televisão em mármore Ariston, que garante a sintonia com o que há de conceitual no mercado.

Já a arquiteta Carla Grüdtner preza pela comodidade ao trazer sua Biblioteca na Casa Cor Paraná 2017. O ambiente tem sua inspiração no estilo de vida da desembargadora Ângela Khury. O estilo clássico se evidencia na harmonização das cores neutra, tornando o espaço versátil. A biblioteca conta com mobiliário fornecido pela Inove Design. O espaço pode ser voltado para o lazer, sem perder o caráter de home office (escritório), ou simplesmente ser um lugar de leitura.

A Cozinha Living Bar marca a estreia do arquiteto Carlos Navero no evento. O espaço é projetado como homenagem ao artista plástico Eleuthério Neto, e é inspirado na paixão pela gastronomia, reunindo, além de obras de arte, objetos pessoais que foram garimpados em viagens, caracterizando o local de acordo com o homenageado. É um dos maiores ambientes no evento deste ano, com espaço de 70 m².

Divulgação

Casa Cor Paraná 2017

Eliana Cunha compôs um projeto com materiais nobres

Inspirada nos produtos da marca Mels Brushes com o Mels Brushes Home Fragrances, Eliana Cunha traz um projeto em contêiner com materiais nobres, como mármores, madeiras maciças, veludo e seda. Eles são trabalhados junto à iluminação cênica para agregar valor e destaque aos produtos da marca em exposição nas vitrines. A personalização é dada pelo artista plástico Luiz de Souza que complementa o ambiente.

A arquiteta Jaqueline Siebert criou um espaço mais voltado ao público infantil, com Brinquedoteca e o Parquinho. Utilizando o contêiner como base do projeto, o teto tem telhado verde e, para arrematar a concepção ecologicamente correta, há um jardim vertical. O propósito da brinquedoteca também é oferecer um lugar seguro para as crianças durante o evento, por isso tem seu piso com alta capacidade de absorção de impactos.

Laryssa Rocha, arquiteta, e os designers de interiores Filipe Dal Posso e Priscila Mileke expõem juntos pela primeira vez na Casa Cor Paraná 2017, assinando o Bar Elementos. Nascido da ideia de aproximação com a natureza, o espaço teve como inspiração uma caverna, simbolizada pelas pedras que formam um arco no desnível do piso. Para levar o visitante da mostra a ter as sensações propostas, o bar contém três elementos fundamentais da natureza: água, fogo e terra. Os principais destaques são o quadro do artista Luiz de Souza, produzido especialmente para mostra, e o sistema de automação, controlado por iPad.

Divulgação

Casa Cor Paraná 2017

Arquitetas Leal Ribas valorizam a sustentabilidade em seu ambiente

Outra aposta que utiliza contêineres é o Estúdio Container, assinado pelas arquitetas Denise Leal Ribas e Carolina Leal Ribas. O projeto valoriza o uso desses materiais não só pela sustentabilidade, mas também por se tratar de uma obra limpa, sem muitos resíduos e sem desperdícios, além de apresentar rápida execução. Destaque para o lançamento da S.C.A, a tecnológica cozinha da Coleção Attico e produtos da Marili Decor. Localizado fora de casa histórica, o ambiente tem o intuito de oferecer uma dinâmica familiar com integração, convivência e socialização.

Rompendo as fronteiras nacionais, a designer de interiores Melissa Dallegrave Afonso, busca inspiração no estilo escandinavo com o Quarto da Menina. O trabalho é um conceito clean (limpo) de quarto para meninas na faixa etária de 11 anos de idade. Há, também, uma homenagem a cantora mirim Rafa Gomes, participante do programa The Voice Kids 1ª edição. Com peças que valorizam a simplicidade, transmitida pela mobília de cores neutras, tem como diferencial a janela inclinada, que remete ao visual dos países nórdicos.

–  Masisa é fornecedora da Casa Cor Paraná

Construindo um modelo de suíte feminina com foco nas jovens que possuem vida agitada, mas ao mesmo tempo não abrem mão dos cuidados pessoais, a arquiteta Michele Krauspenhar assina um ambiente sofisticado. O espaço Suíte da Moça foi pensado para atender às necessidades das jovens que apreciam arte, leitura e moda, em uma área de 38 m² com linhas retas e cores suaves. A delicadeza e a modernidade que Michele buscou imprimir ao ambiente são reforçadas pela cartela de cores escolhida. Nude, cinza e dourado são arrematados por algumas pinceladas de tons pastel.

Divulgação

Casa Cor Paraná 2017

Samara Barbosa com o projeto “Home Theater”

O trio de profissionais formado pelas arquitetas Fernanda Menosso Raitani e Flavia Meyer e a designer Priscila Gabrielly faz sua estreia durante a Casa Cor Paraná 2017. A proposta é uma Sala de Troféus contemporânea, com uso de materiais rústicos e sóbrios, que abriga os prêmios mais importantes do Jockey Clube Paraná. O conforto e aconchego são reforçados pelo jogo de iluminação, tendo apenas um ponto direto emitido por um lustre imponente ao centro. A cor predominante é o preto e alguns detalhes em verde petróleo.

Aliando funcionalidade e estética, a arquiteta Samara Barbosa trabalha um conceito contemporâneo no Home Theater, espaço assinado por ela no evento. O uso da madeira valoriza a acústica sem deixar de lado a tecnologia, conforto e qualidade. O destaque vai para objetos de decoração e móveis soltos da Villa Batel Decor, a linha Dots do designer Jorge Elmor, bem como para as telas do artista Raul Frare, que complementam o cenário. Inovação e requinte ficam por conta das pedras Stone Gallery, presentes nos nichos, lareira e no fundo das estantes.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook