Casa Cor Minas 2017 aborda o contemporâneo e a tecnologia

A arquiteta Renata Ferreira e a designer Danielle Bellini exibem projetos distintos que se conectam pelo caráter tecnológico

Publicado em 10 de agosto de 2017 | 16:05 |Por: Thiago das Mercês

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

De 12 de agosto a 17 de setembro, Belo Horizonte (MG) receberá a Casa Cor Minas 2017. A mostra, que contará com 40 ambientes, trará o conceito de ‘morar bem na contemporaneidade’. Dois projetos – um assinado pela designer de interiores Danielle Bellini, do escritório Bellini Arquitetura e Design de Interiores, e outro pela arquiteta Renata Ferreira – destacam-se bastante nesse quesito.

No projeto da designer, denominado Home, o conforto está aliado à tecnologia. “Utilizei o que há de mais moderno em automação para que por meio de comandos de voz as pessoas pudessem ligar a luz ou a TV, por exemplo. Já o clima de conforto, item indispensável nas moradas atuais, foi obtido por meio da mistura de materiais, como madeira e couro, que conferiu ainda um toque luxuoso ao ambiente”, destaca Daniele.

Foto: Jomar Bragança

Casa Cor Minas 2017

O mundo dos games, com sua personalidade e seus conceitos, ganha destaque no ambiente projetado por Renata Ferreira, na Casa Cor Minas 2017

Já na proposta da arquiteta Renata Ferreira, a tecnologia está ligada ao mundo dos games. Ela criou um projeto que atende ao desejo de diversão do público entre 5 e 12 anos. “O Espaço Game foi inspirado no programa do Youtube Authentic Games, do youtuber Marco Túlio. O layout possui características inspiradas no jogo Minecraft”, conta Renata.

Danielle desenhou cada detalhe de todos os móveis, que foram feitos sob medida para que o amplo espaço ganhasse contornos únicos. O trabalho minucioso da designer fez prevalecer o conceito contemporâneo no projeto. “Nos projetos desenvolvidos em nosso escritório estamos, cada vez mais, desenvolvendo mobiliário, peças de iluminação e até mesmo alguns objetos de complementos criados exclusivamente para os clientes, de forma a garantir personalidade e autenticidade à morada. O meu espaço na Casa Cor retrata exatamente essa tendência”, acrescenta a Danielle.

Já Renata, escolheu os móveis tendo em vista uma preocupação bem específica: a ergonomia. “Como as crianças ficam muito tempo sentadas jogando videogame, a escolha do mobiliário visou evitar problemas futuros como dores de coluna e outras enfermidades”, explica a arquiteta.

– Casa Cor São Paulo realiza maratona de arquitetura

Para conferir cada detalhe dos projetos, saber como funciona a automação por comando de voz, como são os móveis desenhados por Danielle Bellini e descobrir como Renata conseguiu trazer o Minecraft para sua composição, basta visitar a Casa Cor Minas 2017, que fica na Rua Sapucaí, 383, no bairro Floresta, em Belo Horizonte.

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook