Ameise Design: móveis de design para o público infantil

A ideia do negócio surgiu quando o casal de arquitetos Luciana Raunaimer e Diego Verri queriam presentear um amigo com um berço diferente dos modelos tradicionais e descobriram um nicho de mercado que não estava sendo atendido

Publicado em 25 de abril de 2016 | 10:10 |Por: Pedro Luiz de Almeida

 

Divulgação Ameise Design

AMEISE DESIGN

Segunda linha da Ameise é revendida pela Fast Shop, mesma qualidade de desenho e material, e preço mais acessível

Criatividade, carinho e atenção são elementos que não podem ser desassociados ao criar móveis de design voltados para crianças. A arquiteta e proprietária da Ameise Design, Luciana Raunaimer, entende muito bem disso. Mãe de duas filhas, ela desenha cada peça alinhando-as com tendências do setor e as experiências da maternidade.“O mais difícil está em conseguir com o que o desenho seja exequível, seguro e, principalmente, comercial”, comenta Luciana.

Fundada em 2012, a empresa conquistou um espaço de prestígio no mercado infantil. “Ao longo destes anos fomos vendo o design deixar de ser consumido apenas pelo público da classe A. As pessoas estão investindo mais em quartos que sejam multifuncionais e acompanhem a evolução do bebê”, contextualiza a arquiteta. Para atender este novo perfil de consumidor, a empresa trabalha em duas frentes, ampliando o estúdio e equipe de atendimento e também investindo na produção em larga escala.

Leia mais:
– Fast Shop se lança no varejo de móveis infantis
– Marca mostra que é possível usar a cor preta no quarto infantil
– Cuidados ao vender móveis infantis

Desafios
A Ameise procurou se consolidar no nicho de móveis de design para o público infantil, e para isso, algumas peculiaridades precisam ser consideradas, como salienta Luciana: “Existe uma dificuldade muito grande em nosso trabalho, que é o caráter emocional! Trabalhamos para atender um público exigente e que mais do que consumir um móvel está consumindo um sonho. São pessoas que veem no berço, a concretização do bebê e colocam neste momento, altas expectativas, o que para nós é uma grande responsabilidade, pois ao mesmo tempo é difícil e gratificante”.

Divulgação Ameise design

AMEISE design

Para garantir que o móvel seja bem feito, a Ameise toma cuidados na seleção das toras a serem utilizadas, com a certificação da madeira e normas ISO de produção

Outro detalhe que a profissional considera relevante em seu trabalho é a versatilidade das peças. Segundo a proprietária da Ameise Design, as criações são feitas pensadas para durarem e serem reutilizadas. “Nossos berços viram minicama e podem ser utilizados até os 5 anos, em média, e depois pode ser utilizado como sofá de apoio, ou mesmo nossas poltronas que, apesar de ergonomicamente desenvolvidas para o momento da amamentação, podem se encaixar em qualquer decoração de sala ou quarto”, explica Luciana.

“Acreditamos que conseguimos essa versatilidade, primeiro porque trabalhamos com material de qualidade e atemporal que permite que façamos isso, e segundo porque acreditamos no conceito sustentável para todas as etapas da vida, e isso é usado como base no processo de desenvolvimento das peças”, complementa Luciana.

Visão
Como tendências do segmento de Design para o público infantil, Luciana Raunaimer informa que o mercado entende que o público deseja sempre mais opções para escolha. “Outra questão que será marcante é que as cores vão começar a se desvincular das tradicionais ‘cores bebes’ e passarão a ser mais ousadas, como exemplo a tendência branco e preto”, informa a empresária. A nova linha da marca, batizada de Rio (comercializada pela Fast Shop) visa atender às novas propostas e aumentar o leque de opções, como diferenciais, esta é trabalhada em outra madeira (pinus e MDF) e com novas formas de montagem.

Quer saber mais? Curta a página do Portal eMóbile no Facebook e fique por dentro do setor moveleiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile